Saúde

Novo adesivo mede sinais vitais

NULL
Versão para impressão

Além de poder ser usado para fazer diagnósticos médicos, este novo adesivo eletrónico – com uma espessura mais fina do que um fio de cabelo e que adere à pele como se fosse uma tatuagem – pode ser usado para acionar aparelhos eletrónicos. A inovação foi publicada na edição de agosto da revista Science.

Uma equipa internacional de engenheiros dos EUA, China e de Singapura liderada por John Rogers, professor de engenharia da Universidade de Illinois (EUA), desenvolveu um circuito eletrónico que pode ser colado à pele como uma tatuagem temporária.

O adesivo pode ser usado para monitorizar o funcionamento do cérebro, do coração e dos tecidos musculares, prometendo revolucionar a monitorização de pacientes. 

Além disso, se for colocado na garganta, permite aos seus utilizadores – mesmo pessoas com problemas vocais como doentes que tiveram cancro na laringe – manipular equipamentos eletrónico acionados por voz, com um rigor de 90 por cento.

O dispositivo é colocado sobre uma camada de poliéster elástico transparente que imita a elasticidade da derme, aderindo à pele por atração de moléculas, sem que seja necessário usar gel ou qualquer outra substância para o manter colado.

O mecanismo no interior do adesivo — da espessura de um cabelo humano — tem componentes eletrónicos que incluem sensores, isolantes e transmissores que captam a informação do paciente.

Os investigadores testaram esta “pele eletrónica” no braço, no pescoço, na testa, na face e no queixo dos pacientes e demonstraram que o dispositivo funciona 24 horas ou mais e não irrita a pele.

Os resultados apontam que as “peles eletrónicas” podem substituir, no futuro, os exames hospitalares convencionais mais desconfortáveis. O dispositivo também poderá ser utilizado para avaliar o sentido do tato em utilizadores de próteses de pernas ou braços artificiais.

Clique AQUI para aceder ao resumo publicado na revista Science e clique no link acima para visionar um vídeo da AFP sobre o novo adesivo.

[Notícia sugerida por Patrícia Guedes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório