Negócios e Empreendorismo

Nova tecnologia refrigera bebidas em 45 segundos

A nova tecnologia Rapidcool, que refrigera em apenas 45 segundos, promete tornar os dias de calor mais "frescos" ao mesmo tempo que poupa energia e o ambiente.
Versão para impressão
Quantas vezes desejou que o vinho branco ou a cerveja demorassem menos tempo a refrescar? A nova tecnologia Rapidcool, que refrigera em apenas 45 segundos, promete tornar os dias de calor mais “frescos” ao mesmo tempo que poupa energia e o ambiente. 

Este projeto inovador apoiado por fundos da União Europeia ajuda a reduzir o consumo de energia na refrigeração de bebidas (em pontos de venda ou em ambientes domésticos), permitindo economizar dinheiro em energia e reduzir o impacto ambiental.

O Rapidcool consiste numa tecnologia de arrefecimento rápido com baixo consumo energético, que permite às bebidas pré-embaladas serem armazenadas à temperatura ambiente e refrigeradas em menos de um minuto. 
 

 
Em toda a Europa, estima-se que os frigoríficos e congeladores comerciais consumam 85 TWh de eletricidade por ano, o equivalente às necessidades energéticas de 20 milhões de famílias. 
 
80% de poupança energética

O sucesso da tecnologia V-Tex, da Rapidcool, agora patenteada, reside no modo como consegue centrifugar a bebida a alta velocidade sem causar o efeito de efervescência do gás depois de ser aberto. Esta centrifugação causa um efeito que foi batizado de 'Vortex Rankin' e que acelera a refrigeração dos líquidos sem prejudicar a sua composição.

O Rapidcool promete o arrefecimento de bebidas e garrafas até 4ºC em 45 segundos ou menos. Nos estabelecimentos comerciais, os resultados traduzem-se em 80% de poupança energética, comparativamente a alguns refrigeradores com vitrina aberta, e 54% de poupança em  refrigeradores de porta de vidro (valores baseados em refrigeração de 200 latas x 500ml por dia).

Em custos de eletricidade, a poupança ronda os 832 euros por frigorífico por ano, comparativamente aos tradicionais refrigeradores de vitrina aberta, e 219 euros relativamente a refrigeradores de porta de vidro (considerando o preço da eletricidade a 0,20 euros/kWh).

 
Este conceito foi desenvolvido pela empresa britânica Enviro-Cool Limited que recebeu um financiamento europeu de 903.000 euros para apoiar o progresso do conceito até à sua produção comercial. O resultado traduz-se numa tecnologia de ponta que alcança a eficiência energética e tempos de arrefecimentos ultrarrápidos.
 
Teste junto do consumidor em Outubro
 
Os testes destinados aos consumidores estão planeados para começarem num supermercado da Holanda no final de Outubro. Em andamento está a disponibilização de uma gama de produtos destinada a uso doméstico e outra para uso comercial. Estes produtos poderão ser usados em casa, no local de trabalho, bares, restaurantes e hotéis para o arrefecimento de diversas bebidas, desde latas de 150ml a garrafas de vinho de 750ml. 
 
O consórcio do Rapidcool, liderado pela Vending Markting, uma empresa eslovena de design de máquinas de vending, é ainda composto por vários parceiros industriais e académicos: a Enviro-Cool (Reino Unido), a Dymtec (Espanha), a Re/genT (Holanda) e o UK Inteliigent Systems Research Institute (Reino Unido).

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub