Saúde

Nova campanha promove o aleitamento materno

Vários estudos apontam benefícios para as crianças que recebem de aleitamento materno. Nesse sentido foi lançada, este sábado, em Lisboa, a campanha ?Aleitamento Materno: presente saudável, futuro sustentável?.
Versão para impressão
Vários estudos apontam vantagens nutricionais, anti-infeciosas, imunológicas, cognitivas e até afetivas nas crianças que beneficiam de aleitamento materno. Nesse sentido foi lançada, este sábado, em Lisboa, a campanha “Aleitamento Materno: presente saudável, futuro sustentável”.
 
Promovida pelo Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras, em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa, a Câmara Municipal de Oeiras e outros parceiros, a campanha tem por objetivo realçar a importância do aleitamento materno, tanto para o bebé como para a mãe.
 
A iniciativa vai decorrer durante os próximos dois meses, integrando as comemorações da Semana Mundial de Aleitamento Materno, que está marcada para o mês de Outubro.

A campanha, a primeira sobre este tema realizada em Portugal, contará com uma Conferência sobre Aleitamento Materno, destinada a profissionais de saúde e utentes, no dia 15 de Outubro, em local ainda a confirmar.

 

Numa nota de imprensa enviada ao Boas Notícias, a organização da campanha salienta que o aleitamento materno “exerce um papel importante em termos da estimulação da musculatura e funções respiratórias do bebé e, para a mãe, tem impacto em termos da involução uterina, estando ainda associada a diminuição do risco de cancro da mama e do ovário”. 
 
O Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras salienta ainda que “vários estudos demonstram que as crianças amamentadas têm menor probabilidade de desenvolver obesidade, com o benefício a longo prazo, da diminuição da incidência de diabetes e hipertensão na vida adulta”. 
 
“Promover e apoiar o aleitamento materno enquanto fator de crucial importância para o desenvolvimento da saúde da população é o objetivo desta campanha, que traz para a rua o tema do aleitamento materno, divulgando assim algo que é natural e a melhor forma de alimentar um bebé até aos seis meses de vida”, diz ainda o comunicado de imprensa.

Com esta campanha, o Agrupamento de Centros de Saúde de Lisboa Ocidental e Oeiras quer também reforçar a sua candidatura a “Unidade de Saúde Amiga dos Bebés”, um programa lançado em 1992 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub