Ambiente

Nasceram dois linces ibéricos em Silves

Nasceram no domingo de Páscoa as duas primeiras crias do Centro de Reprodução e Cativeiro do Lince Ibérico de Silves, no Algarve. Este é um sinal claro do bem estar dos animais do centro, explicou o diretor, Rodrigo Serra, ao Boas Notícias. Com as
Versão para impressão
[Foto: Lusa]

Nasceram no domingo de Páscoa as duas primeiras crias do Centro de Reprodução e Cativeiro do
Lince Ibérico de Silves, no Algarve. Este é um sinal claro do bem estar
dos animais do centro, explicou o diretor, Rodrigo Serra, ao Boas Notícias. Com as novas crias, Silves passa a contar com 18
linces ibéricos.

A mãe dos dois linces bebés, Azahar, foi o primeiro lince a chegar ao centro em outubro do ano passado. Entre novembro e dezembro o centro recebeu mais 15 linces, entre eles três fêmeas “adolescentes”. Com as novas crias, Silves passa a contar com 18 linces ibéricos.

O diretor do centro de Silves, Rodrigo Serra, salienta a importância destes nascimentos já que Azahar é a única fêmea adulta com capacidade reprodutiva e, quando estava em Espanha de onde foi transferida, já tinham tentado a sua reprodução mas sem sucesso.

“Este é o sinal mais claro do bem estar dos linces já que os animais selvagens só desenvolvem a sua capacidade reprodutiva em cativeiro quando estão a gostar do sítio onde estão, quando se sentem bem tratados e felizes”, explicou ao Boas Notícias.

O responsável acrescenta ainda que o lince ibérico tem apenas uma época de reprodução, em janeiro, pelo que foi importante para o centro ter conseguido aproveitar esta primeira oportunidade de reprodução.

Por enquanto os técnicos de Silves não sabem o sexo das crias que se encontram numa das caixas do cercado do centro. O nascimento foi observado através de câmaras e nos próximos 30 dias os profissionais do centro não vão interferir fisicamente para que evitar o risco de Azahar rejeitar os filhotes.

Os dois linces são filhos da fêmea Azahar e do macho Drago. Azahar tem cinco anos e foi o primeiro lince a chegar a Portugal, a 16 de Outubro de 2009. Drago chegou a Portugal a 17 de Novembro, também vindo de Espanha.

O Centro de Reprodução do Lince-ibérico é um dos instrumentos estratégicos do Plano de Acção para a Conservação do Lince-ibérico, pretendendo-se que contribua, em articulação com os centros homólogos de Espanha, para o estabelecimento de uma população de lince-ibérico estável. No total, estima-se que existam hoje apenas cerca de 300-350 linces-ibéricos.

[notícia sugerida pelas utilizadoras Andreia Leoa e Teresa Alves]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório