Desporto

Motas: Português vence etapa do Mundial

Pela primeira vez na história, o hino nacional soou no Campeonato do Mundo de Velocidade, devido à vitória do português Miguel Oliveira. A conquista ocorreu este domingo, em Mugello, Itália, num dos circuitos mais emblemáticos do Mundo para o motocic
Versão para impressão
Pela primeira vez na história, o hino nacional soou no Campeonato do Mundo de Velocidade, devido à vitória do português Miguel Oliveira. A conquista ocorreu este domingo, em Mugello, Itália, num dos circuitos mais emblemáticos do Mundo para o motociclismo desportivo. 
 
Miguel Oliveira mostrou-se feliz e emocionado em palco, numa corrida renhida na qual os cinco primeiros cortaram a meta com um intervalo de apenas dois décimos de segundo, revela a Federação de Motociclismo Portugal em comunicado de imprensa. 
 
O português teve sorte quando, logo à segunda volta, um grupo de oito pilotos escapou à concorrência. Ele estava mais atrás, mas na dianteira, a luta sobrepunha-se a qualquer tentativa de fuga organizada, pelo que a recolagem por parte do português se tornou possível.
 
Foi na 9.ª volta, quase a meio da corrida, composta por 20 voltas, que Miguel Oliveira conseguiu assumir pela primeira vez, ao longo da corrida, a liderança da prova. A partir desse momento, a prova foi comandada pelo português.
 
No entanto, à entrada para a última volta a concorrência atacou forte, fazendo com que Miguel Oliveira recuasse até ao 4.º posto. Mas o motociclista português conseguiu recuperar a sua posição, ultrapassando os seus rivais um por um. “Na última curva estava muito forte”, comentou o protagonista.
 
O segundo lugar pertenceu a Danny Kent, que ficou a 27 milésimos de segundo do português e em terceiro lugar ficou Romano Fenati, a 127 milésimo de segundo. 
 
Esta vitória permitiu com que Miguel Oliveira ascendesse ao 4.º posto na classificação geral do Campeonato, fazendo renascer novas esperanças para o motociclista português, apesar do avanço significativo que o britânico Danny Kent já apresenta. 
 
No entanto, esta foi apenas a sexta jornada do Campeonato do Mundo de Velocidade e tudo está em aberto. A próxima competição ocorrerá no próximo dia 14 de Junho na Catalunha, num circuito que o motociclista português já conhece muito bem, o que poderá fazer com que a bandeira de Portugal se erga no mastro mais alto, ao som do hino nacional.

Esta vitória é um dos pontos mais altos da carreira do piloto, que começou a competir em 2004, sendo que no ano seguinte à sua estreia, o português venceu o Troféu Mini GP. 
 
A partir daí, e ainda muito jovem, passou a ser frequentador assíduo dos circuitos espanhóis, ganhando crescente maturidade competitiva no confronto com os melhores valores da sua geração. Depois, em 2011, iniciou a saga no Mundial que culmina com o seu primeiro triunfo, na classe Moto3, aos 20 anos de idade.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório