Ambiente

Ministério trava fábrica de cimento em Rio Maior

Esta terça feira, o Ministério do Ambiente emitiu uma Declaração de Impacto Ambiental (DIA) desfavorável à construção de uma fábrica de cimento em Rio Maior, justificando que o projeto apresenta "total incompatibilidade" com o Plano Diretor Municipal
Versão para impressão
Esta terça feira, o Ministério do Ambiente emitiu uma Declaração de Impacto Ambiental (DIA) desfavorável à construção de uma fábrica de cimento em Rio Maior, justificando que o projeto apresenta “total incompatibilidade” com o Plano Diretor Municipal de Rio Maior e com a Reserva Ecológica Nacional.

“O projeto configura usos e acções não compatíveis com os objetivos de proteção ecológica e ambiental e de prevenção e redução de riscos naturais”, lê-se na declaração da pasta dirigida por Dulce Pássaro.

O mesmo documento sustenta que a construção da fábrica terá “impactos ambientais negativos elevados e não aceitáveis”, considerando a sua localização em Sítio de Importância Comunitária e na proximidade da zona limítrofe ao Parque Nacional das Serras d´Aire e Candeeiros.

O Ministério do Ambiente sublinha ainda que o projeto da empresa Tecnovia “contribui para uma sobrecarga significativa em termos de tráfego e perturbação na qualidade de serviço das vias”, verificando-se ainda “falta de clareza e grandes ambiguidades” nos documentos técnicos apresentados para descrever o processo de fabrico.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub