Negócios e Empreendorismo

Merendas portuguesas a caminho de Angola e dos EUA

Há uma nova ideia de negócio portuguesa prestes a atravessar fronteiras e a conquistar novos mercados. Desta vez é a cadeia de restauração Merenda Portuguesa que espera abrir cinco novas unidades em 2014 e tem vindo a receber manifestações de interes
Versão para impressão
Há uma nova ideia de negócio portuguesa prestes a atravessar fronteiras e a conquistar novos mercados. Desta vez é a cadeia de restauração Merenda Portuguesa que espera abrir cinco novas unidades em 2014 e tem vindo a receber manifestações de interesse para expandir o conceito para Angola e para os EUA.
 
Detida pela empresa Menu Pão, a mesma dispões de diferentes tipos de refeição à base de pão. A ideia surgiu, em 2012, tendo em conta a “necessidade de as pessoas terem uma refeição prática, que possa ser entregue no trabalho e onde o pão seja o prato e o acompanhamento”. 
 
Paulo Cruz, diretor da marca, decidiu pô-la em prática logo no ano seguinte, tornando esta aposta em refeições tipicamente portuguesas numa patente registada. Em Novembro de 2013, o investimento, que rondou os 100.000 euros, resultou na abertura de uma unidade do Centro Comercial Colombo, em Lisboa.
 
A mesma conta, atualmente, com 12 trabalhadores, mas o plano de expansão da empresa para 2014 prevê a abertura de cinco novos espaços, num investimento de 600.000 euros que irá possibilitar a criação de 12 postos de trabalho.
 
“A expectativa era ter duas a três lojas próprias e depois avançar para o franchising”, conta o responsável à Lusa, acrescentando que a empresa está a preparar um dossiê que sirva de base aos futuros franchisados. Neste momento, há “interessados para três unidades no Norte do país, como também no Algarve” e ainda manifestações de interesse para alargar o conceito “para os EUA, nomeadamente Washington e Angola”. 
 
Para já, “o objetivo imediato passa por consolidar a unidade do Colombo”, até porque a Menu Pão, apesar de querer exportar o negócio, tem como prioridade de aposta no mercado português.
 
Segundo as estimativas da empresa, a faturação de uma unidade Merenda Portuguesa deverá rondar os 400.000 a 450.000 euros no final de um ano de operação. “As nossas perspetivas são de que, ao fim de três meses, se atinja um número de vendas que permita começar a rentabilizar o negócio”.

Conheça melhor a 'Merenda Portuguesa' AQUI.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub