Sociedade

Lisboa acolhe competição europeia de profissões

Centenas de jovens de vários países europeus vão mostrar o que valem em 51 profissões. Trata-se do Euroskills 2010, o Campeonato Europeu de Profissões, que vai realizar-se na Feira Internacional de Lisboa (FIL), entre os dias 9 e 12 de dezembro.
Versão para impressão
Centenas de jovens de vários países europeus vão mostrar o que valem em 51 profissões. Trata-se do Euroskills 2010, o Campeonato Europeu de Profissões, que vai realizar-se na Feira Internacional de Lisboa (FIL), entre os dias 9 e 12 de dezembro.

500 jovens, com idades compreendidas entre os 17 e os 25 anos, vão tentar provar que são os melhores em diversos ofícios a concurso, distribuídos por seis grupos: ourivesaria, a carpintaria, a gastronomia e até mesmo a sapataria. artes criativas e moda; produção, engenharia e tecnologia; transportes e logística; tecnologias da informação e comunicação; construção civil e obras públicas e serviços pessoais e à comunidade.

A presença dos jovens neste concurso serve para demonstrar a importância da qualificação profissional e das competências adquiridas. O seu desempenho é classificado por pontos e a partir de certo patamar técnico pode ser avaliado como “excelente”.

“A organização deste evento é uma oportunidade para mostrar a formação que fazemos e também para cativar jovens para a formação profissional”, refere ao Expresso Francisco Madelino, presidente do conselho diretivo do IEFP, entidade organizadora do Euroskills 2010..

Portugal e Espanha foram pioneiros na participação da primeira edição deste concurso, em 1950, quando ainda era designado por Olimpíadas do Trabalho. Sessenta anos mais tarde, o evento desenvolve-se à escala mundial e europeia, com provas em anos alternados.

De acordo com o Expresso, a organização espera receber 50 mil visitantes, dos quais 30 mil serão jovens. Para além de assistirem ao concurso, os visitantes poderão verificar na prática o que faz, por exemplo, um sapateiro, no espaço “Experimenta a Profissão”.

Neste evento, há também espaço reservado às empresas, para que estas possam dar a conhecer “as áreas em que recrutam para que quem nos visita tenha noção das suas necessidades e possa escolher a sua formação com base nessa informação”, refere Francisco Madelino.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório