Ambiente

Lince espanhol detetado em Vila Nova de Milfontes

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) anunciou esta sexta-feira que foi detetado na zona de Vila Nova de Mil Fontes um lince-ibérico, proveniente de Doana, Espanha.
Versão para impressão
O Instituto da Conservação  da Natureza e das Florestas (ICNF) anunciou esta sexta-feira que foi detetado na zona de Vila Nova de Mil Fontes um lince-ibérico, proveniente de Doana, Espanha.
 
“No passado dia 08 de maio a zona de caça associativa em Vila Nova de  Milfontes (litoral alentejano) obteve, com surpresa, imagens de um exemplar  de lince-ibérico fotografado durante a noite com uma máquina instalada num  cevadouro para javalis”, informa o ICNF, num comunicado enviado ao Boas Notícias. 
 
A notícia foi “imediatamente partilhada” com técnicos do ICNF, que,  através de um operacional do SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do  Ambiente) e em conjunto deslocaram-se ao local para delinear uma estratégia  para obter mais informação sobre a espécie no local.

Com apoio do CAPMA (Junta de Andaluzia) e o equipamento da portuguesa Iberlinx  foram pesquisados novos indícios e instaladas novas câmaras no terreno, a fim de confirmar a “surpreendente ocorrência”. 

Animal em boas condições
 

No domingo passado, uma das câmaras captou uma nova imagem do animal, desta  vez diurna, o que permitiu uma observação clara do padrão da pelagem.

“Foi possível a identificação do animal pela equipa da Andaluzia do  projeto Iberlince como sendo Hongo, um macho nascido em Aznalcar em 2011, e que tinha sido localizado pela última vez em Doana a 16 de outubro de  2012”, acrescentou o comunicado.  
 

Após o seu nascimento, o Lince foi marcado com um colar emissor VHF, contudo, segundo o comunicado do ICNF,  poderá já não estar em funcionamento. O animal aparenta estar em boa condição física e terá encontrado nesta  zona de caça condições adequadas de tranquilidade e alimento.
 
Lince prova que Portugal tem “capacidade de suporte da espécie”
 
O lince-ibérico detetado em Vila Nova de Milfontes proveniente de Espanha revela que Portugal “continua a ser um território com capacidade de suporte” desta espécie, destacou Lurdes Carvalho, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, citada pela Lusa.
 
Lurdes Carvalho sublinhou também que “este lince mostrou que muitas barreiras são transponíveis”, porque “terá atravessado estradas e autoestradas e deve tê-lo feito pelas passagens devidas”.

Notícia sugerida por Carla Neves

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub