Cultura

Jazz: Festival português distinguido com prémio europeu

O evento 'Jazz em Agosto', promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian, foi distinguido com o European Jazz Network Award 2014. Atribuído pela European Jazz Network, o galardão distingue, todos os anos, os melhores eventos do género na Europa.
Versão para impressão
O evento 'Jazz em Agosto', promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian, foi distinguido com o European Jazz Network Award 2014. Atribuído pela European Jazz Network, o galardão distingue, todos os anos, os melhores eventos do género na Europa.
 
Naquela que é a 3ª edição do prémio europeu, a escolha do júri recaiu sobre o festival de jazz em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian, durante todo o mês de Agosto. 
 
Presidido por Ros Righby, atual vice-presidente da associação e diretor de programação do espaço cultural Sage Gateshead, no Reino Unido, o painel de jurados considera que o 'Jazz em Agosto' tem “uma identidade forte, construída ao longo das suas três décadas de existência”. 
 
Além disso, o mesmo conta sempre com “um cartaz rico em grandes artistas, ocupando já um lugar de destaque na história do jazz europeu”. Trata-se também de um “bom exemplo de iniciativas originais promovidas por fundações culturais privadas” e de uma experiência “fantástica e única, ao ar livre, nos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian – e que sítio magnífico é para ouvir boa música!”
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a organização do festival refere que o prémio será entregue oficialmente a Rui Neves, diretor artístico do 'Jazz em Agosto', numa cerimónia que terá lugar sábado, dia 26 de Abril, no festival 'jazzhead!', em Bremen, na Alemanha. 
 
Em 2013, o European Jazz Network Award foi atribuído à 'Bihmus', sala de concertos dedicada ao jazz em Amesterdão, na Holanda, e em 2012, ao 'Twelve Points Festival', em Dublin, na Irlanda. 
 
A European Jazz Network é uma associação que reúne todo o tipo de intervenientes na área do jazz, entre produtores, programadores, festivais, clubes e organizações. A sua missão passa por “promover a identidade e diversidade do jazz na Europa, tornando cada vez mais forte a visão desta música como uma força educacional e cultural”. 
 
Programa “desafiante” para a 31ª edição do 'Jazz em Agosto'
 
Para fazer jus a esta nomeação, a edição deste ano do 'Jazz em Agosto' vai tentar “continuar a superar expectativas”, propondo, por isso, “um programa desafiante pelo mundo do jazz contemporâneo”. 
 
De 1 a 10 de Agosto, o mesmo irá contar com uma série de dez concertos no Anfiteatro ao Ar Livre, bem como sete sessões de filmes documentais no Auditório 3 da Fundação Calouste Gulbenkian. 
 
O destaque vai para a presença, entre outros músicos consagrados, de diversos guitarristas e baixistas representativos do jazz contemporâneo, que se desmultiplicam por vários concertos ao longo do festival, por forma a acentuar a “versatilidade deste género musical”. 
 
São exemplos: James Blood Ulmer & The Memphis Blood Band featuring Vernon Reid, Evan Parker e Matthew Shipp, Ceramic Dog (com Marc Ribot), Real Thing (com Marc Ducret), Lisbon Berlin Trio (com Luís Lopes), Big Rain (com Franz Hautzinger), o trio Fred Frith, Joelle Léandre e Hamid Drake, o MMM Quartet, Massacre e L.U.M.E – Lisbon Underground Music Ensemble.

Consulte toda a programação AQUI.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub