Gastronomia

Garrafeira Nacional com nova loja na baixa de Lisboa

NULL
Versão para impressão

É lisboeta de gema e tão vintage como alguns dos vinhos que tem nas prateleiras. A Garrafeira Nacional, uma casa com 84 anos de história, abriu no final de setembro uma nova loja, a GN Cellar, também situada na baixa de Lisboa, como a loja mãe.

O novo espaço, amplo e luminoso, abriu portas no coração da baixa, na Rua da Conceição (esquina com a Rua dos Fanqueiros) por onde passa o histórico elétrico 28. Lá dentro encontram-se prateleiras carregadas de vinhos novos e vintage, naquela que é uma das maiores coleções de vinhos antigos existentes em Portugal.

Lisboa ganha assim uma garrafeira nova de referência, num espaço mais luminoso e moderno do que a casa mãe (também localizada na baixa mas na Rua de Santa Justa) apostando na revitalização do negócio e do comércio daquela zona nobra da cidade, que tem sido negligenciada.

Na GN Cellar é possível encontrar tanto as bebidas mais acessíveis para consumo no dia-a-dia como algumas preciosidades das quais se destacam os vinhos velhos nacionais, que encerram em si todo o mistério e cultura do povo português e que são procurados por colecionadores e amantes de bons vinhos de todo o mundo.

O destaque neste “museu” vai para relíquias como os vinhos madeira muito antigos (de 1720, 1760, 1780 e 1795) com um custo que ascende a vários milhares de euros; um madeira terrantez de 1720 ou o raríssimo Niepoort de 1945.

A GN Cellar brindou o dia da inauguração com chave de ouro, com a abertura de três vinhos que ilustram o espírito da loja: o Ramos Pinto Vintage 1931, o JMF Moscatel de Setúbal Superior 1955 e o vinho da madeira Barbeito Malvasia 1875.

Sobre a Garrafeira Nacional

A Garrafeira Nacional está na família Vaz há três gerações. Começou por ser uma mercearia – a Mercearia Nacional – que foi comprada por Serafim Vaz Neves, em 1927. Após a sua morte, nos anos 50, o genro, Jaime Vaz, com pouco mais de 20 anos assume a gestão desta mercearia situada na (então luxuosa) baixa lisboeta tornando-a uma referência pela qualidade dos produtos selecionados e pelo atendimento irrepreensível.

Jaime Vaz, natural de Alvaiázere, migrou para Lisboa com 10 anos, tendo começado a trabalhar na mercearia pelos 15, onde começou a namorar com a filha do proprietário da loja, Maria Eduarda, com quem casou e teve três filhos, um dos quais é Jaime Vaz, que hoje em dia assegura o comando da Garrafeira Nacional.

Atualmente, a Garrafeira Nacional dá emprego a 20 pessoas e tem uma frota de 5 carrinhas que asseguram a distribuição por milhares de clientes.
Cerca de 60% dos clientes compram on-line e a equipa desta garrafeira chega a despachar 250 encomendas por dia. Cerca de 60% das vendas são vinhos nacionais.

Clique AQUI para consultar o site da Garrafeira Nacional. 

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório