Gastronomia

Garrafeira Nacional com nova loja na baixa de Lisboa

NULL
Versão para impressão

É lisboeta de gema e tão vintage como alguns dos vinhos que tem nas prateleiras. A Garrafeira Nacional, uma casa com 84 anos de história, abriu no final de setembro uma nova loja, a GN Cellar, também situada na baixa de Lisboa, como a loja mãe.

O novo espaço, amplo e luminoso, abriu portas no coração da baixa, na Rua da Conceição (esquina com a Rua dos Fanqueiros) por onde passa o histórico elétrico 28. Lá dentro encontram-se prateleiras carregadas de vinhos novos e vintage, naquela que é uma das maiores coleções de vinhos antigos existentes em Portugal.

Lisboa ganha assim uma garrafeira nova de referência, num espaço mais luminoso e moderno do que a casa mãe (também localizada na baixa mas na Rua de Santa Justa) apostando na revitalização do negócio e do comércio daquela zona nobra da cidade, que tem sido negligenciada.

Na GN Cellar é possível encontrar tanto as bebidas mais acessíveis para consumo no dia-a-dia como algumas preciosidades das quais se destacam os vinhos velhos nacionais, que encerram em si todo o mistério e cultura do povo português e que são procurados por colecionadores e amantes de bons vinhos de todo o mundo.

O destaque neste “museu” vai para relíquias como os vinhos madeira muito antigos (de 1720, 1760, 1780 e 1795) com um custo que ascende a vários milhares de euros; um madeira terrantez de 1720 ou o raríssimo Niepoort de 1945.

A GN Cellar brindou o dia da inauguração com chave de ouro, com a abertura de três vinhos que ilustram o espírito da loja: o Ramos Pinto Vintage 1931, o JMF Moscatel de Setúbal Superior 1955 e o vinho da madeira Barbeito Malvasia 1875.

Sobre a Garrafeira Nacional

A Garrafeira Nacional está na família Vaz há três gerações. Começou por ser uma mercearia – a Mercearia Nacional – que foi comprada por Serafim Vaz Neves, em 1927. Após a sua morte, nos anos 50, o genro, Jaime Vaz, com pouco mais de 20 anos assume a gestão desta mercearia situada na (então luxuosa) baixa lisboeta tornando-a uma referência pela qualidade dos produtos selecionados e pelo atendimento irrepreensível.

Jaime Vaz, natural de Alvaiázere, migrou para Lisboa com 10 anos, tendo começado a trabalhar na mercearia pelos 15, onde começou a namorar com a filha do proprietário da loja, Maria Eduarda, com quem casou e teve três filhos, um dos quais é Jaime Vaz, que hoje em dia assegura o comando da Garrafeira Nacional.

Atualmente, a Garrafeira Nacional dá emprego a 20 pessoas e tem uma frota de 5 carrinhas que asseguram a distribuição por milhares de clientes.
Cerca de 60% dos clientes compram on-line e a equipa desta garrafeira chega a despachar 250 encomendas por dia. Cerca de 60% das vendas são vinhos nacionais.

Clique AQUI para consultar o site da Garrafeira Nacional. 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close