Sociedade

Forno do Tijolo vai ter 92 espaços de co-working

O Mercado do Forno do Tijolo, em Lisboa, vai disponibilizar, num prazo ainda não definido, 92 espaços de trabalho partilhado (co-working) e um laboratório de prototipagem rápida - Fab Lab.
Versão para impressão
O Mercado do Forno do Tijolo, em Lisboa, vai disponibilizar, num prazo ainda não definido, 92 espaços de trabalho partilhado (co-working) e um laboratório de prototipagem rápida – Fab Lab. 

O projeto vai ser implementado pela Associação Industrial Portuguesa (AIP) na sequência de um concurso público que venceu, lançado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML). A ideia principal do projeto é revitalizar o Mercado do Forno do Tijolo, criando dinâmicas próprias mas mantendo a sua atividade principal, dotando-o ao mesmo tempo de uma nova vocação.

Para isso, serão criadas condições para a existência de um espaço de trabalho, que contará com 92 postos de trabalho para os criadores desenvolverem a sua atividade.

A AIP ainda não revelou quando estarão abertas as candidaturas, mas a página da autarquia Lisboa Participa informa que os candidatos poderão concorrer 47 dias após a publicação no anúncio do concurso público no Jornal Oficial da União Europeia.

Contactados pelo Boas Notícias, nem a autarquia nem a AIP avançaram valores quanto ao preço dos alugueres. No entanto, em Novembro do ano passado, a Lusa divulgou uma notícia onde referia um custo máximo de cada espaço de 150 euros mensais.

Segundo o comunicado da autarquia, nenhum dos comerciantes que hoje ali exercem a sua atividade perderá os seus postos de venda, sendo transferidos para um espaço contíguo, com “condições modernas e adaptadas aos tempos de hoje”.

Na apresentação do projeto, o presidente da câmara António Costa destacou a importância da recuperação da economia da cidade, paralisada no passado, através do lançamento de bases que se completam com estes projetos.

Com a instalação do laboratório de prototipagem rápida-Fab Lab, os novos modelos de produto podem ser testados e divulgados através da rede criada para o efeito entre o Co-Working/Fab Lab e a indústria.

A iniciativa que conta com a participação da Associação Industrial Portuguesa-AIP/CCI e da empresa Iberomoldes, surge no âmbito da estratégia que tem sido levada a cabo pelo executivo municipal, no sentido de tornar Lisboa uma cidade inovadora e empreendedora.

Clique AQUI para saber mais sobre este projeto.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório