Sociedade

Forno do Tijolo vai ter 92 espaços de co-working

O Mercado do Forno do Tijolo, em Lisboa, vai disponibilizar, num prazo ainda não definido, 92 espaços de trabalho partilhado (co-working) e um laboratório de prototipagem rápida - Fab Lab.
Versão para impressão
O Mercado do Forno do Tijolo, em Lisboa, vai disponibilizar, num prazo ainda não definido, 92 espaços de trabalho partilhado (co-working) e um laboratório de prototipagem rápida – Fab Lab. 

O projeto vai ser implementado pela Associação Industrial Portuguesa (AIP) na sequência de um concurso público que venceu, lançado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML). A ideia principal do projeto é revitalizar o Mercado do Forno do Tijolo, criando dinâmicas próprias mas mantendo a sua atividade principal, dotando-o ao mesmo tempo de uma nova vocação.

Para isso, serão criadas condições para a existência de um espaço de trabalho, que contará com 92 postos de trabalho para os criadores desenvolverem a sua atividade.

A AIP ainda não revelou quando estarão abertas as candidaturas, mas a página da autarquia Lisboa Participa informa que os candidatos poderão concorrer 47 dias após a publicação no anúncio do concurso público no Jornal Oficial da União Europeia.

Contactados pelo Boas Notícias, nem a autarquia nem a AIP avançaram valores quanto ao preço dos alugueres. No entanto, em Novembro do ano passado, a Lusa divulgou uma notícia onde referia um custo máximo de cada espaço de 150 euros mensais.

Segundo o comunicado da autarquia, nenhum dos comerciantes que hoje ali exercem a sua atividade perderá os seus postos de venda, sendo transferidos para um espaço contíguo, com “condições modernas e adaptadas aos tempos de hoje”.

Na apresentação do projeto, o presidente da câmara António Costa destacou a importância da recuperação da economia da cidade, paralisada no passado, através do lançamento de bases que se completam com estes projetos.

Com a instalação do laboratório de prototipagem rápida-Fab Lab, os novos modelos de produto podem ser testados e divulgados através da rede criada para o efeito entre o Co-Working/Fab Lab e a indústria.

A iniciativa que conta com a participação da Associação Industrial Portuguesa-AIP/CCI e da empresa Iberomoldes, surge no âmbito da estratégia que tem sido levada a cabo pelo executivo municipal, no sentido de tornar Lisboa uma cidade inovadora e empreendedora.

Clique AQUI para saber mais sobre este projeto.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close