Gastronomia

Culinária: ‘Chef’ português foi 2º em prova mundial

O cozinheiro português Jorge Fernandes, um dos elementos das Equipas Olímpicas de Culinária de Portugal, conquistou o segundo lugar na meia-final da competição internacional de culinária Global Chef, que terminou esta terça-feira.
Versão para impressão
O cozinheiro português Jorge Fernandes, um dos elementos das Equipas Olímpicas de Culinária de Portugal, conquistou o segundo lugar na meia-final da competição internacional de culinária Global Chef, que terminou esta terça-feira na cidade italiana de Milão.
 
Além de Jorge Fernandes, que assegurou a prata nesta prova, destinada a escolher o representante dos países da Europa de Leste e do Sul na final mundial, agendada para Julho do próximo ano, na Noruega, Portugal fez-se representar ainda por um cozinheiro júnior, João Cunha.
 
O concorrente júnior, que trabalha com Jorge Fernandes no restaurante Rio's, em Oeiras, cuja cozinha é chefiada por António Bóia (selecionador da equipa olímpica júnior) esteve, também, perto do primeiro lugar, acabando por ser penalizado por não ter cumprido o tempo de saída dos pratos ao registar um atraso total de 15 minutos. 
 
As novidades sobre o desempenho dos 'chefs' portugueses foram avançadas à Lusa pelo selecionador da equipa olímpica sénior de culinária, Paulo Pinto. “A participação foi muito boa, restava-nos ter um pouco mais de eficácia. Deu para aprender, tivemos mais falhas que os outros, o que nos ajuda a ir melhorando”, considerou. 

Italianos foram os grandes vencedores
 

Durante a competição, os 'chefs' internacionais tiveram de lidar com a obrigatoriedade da utilização de alguns ingredientes, nomeadamente o lagostim, o halibute e o salmão na entrada, o “kobe beef” e o queijo parmesão no prato principal e ainda o chocolate (64%), a manga e o chá na sobremesa. 
 
Jorge Fernandes apresentou, como entrada, um salmão marinado sobre pera abacate, lagostim com creme de couve-flor e terrina de halibut sobre salada de bulgur. O prato principal foi composto por um tataki de kobe com puré de maçã e batata ao parmesão, rolo com cogumelos e molho bearnês e geleia de romanesco caramelizada.
 
Para a sobremesa, o chefe apostou num bolo de chocolate com chá Dilmah, cheesecake com amêndoa torrada, crocante de laranja e gelado de manga e cravinho, pode ler-se no blog oficial das Equipas Olímpicas de Culinária.


Como prato principal, Jorge Fernandes apresentou um tataki de kobe com puré de maçã e batata ao parmesão, rolo com cogumelos e molho bearnês e geleia de romanesco caramelizada.
 

Já João Cunha confecionou, como entrada, uma coroa de espargos e lagostim, salmão marinado e halibut escalfado com mousse de coentros. O prato principal foi um duo de kobe assado e em almôndega, pudim de castanhas, migas de batata e chouriço e molho de vinho do Porto e, para finalizar, um pequeno bolo de chocolate, manga glaceada em chá verde com crosta de amêndoa e doce regional de ovos.
 
Em ambas as categorias (sénior e júnior) do concurso, que decorreu entre sábado e terça-feira, o primeiro prémio foi arrebatado pelos concorrentes italianos. De realçar que o júri da competição contou também com um português, o 'chef' Carlos Madeira.
 
Criadas em 1992, as Equipas Olímpicas de Culinária já participaram em dezenas de competições internacionais, onde têm conquistado várias medalhas de ouro, prata e bronze. Consulte AQUI o palmarés completo dos cozinheiros portugueses.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub