Gastronomia

Culinária: ‘Chef’ português foi 2º em prova mundial

O cozinheiro português Jorge Fernandes, um dos elementos das Equipas Olímpicas de Culinária de Portugal, conquistou o segundo lugar na meia-final da competição internacional de culinária Global Chef, que terminou esta terça-feira.
Versão para impressão
O cozinheiro português Jorge Fernandes, um dos elementos das Equipas Olímpicas de Culinária de Portugal, conquistou o segundo lugar na meia-final da competição internacional de culinária Global Chef, que terminou esta terça-feira na cidade italiana de Milão.
 
Além de Jorge Fernandes, que assegurou a prata nesta prova, destinada a escolher o representante dos países da Europa de Leste e do Sul na final mundial, agendada para Julho do próximo ano, na Noruega, Portugal fez-se representar ainda por um cozinheiro júnior, João Cunha.
 
O concorrente júnior, que trabalha com Jorge Fernandes no restaurante Rio's, em Oeiras, cuja cozinha é chefiada por António Bóia (selecionador da equipa olímpica júnior) esteve, também, perto do primeiro lugar, acabando por ser penalizado por não ter cumprido o tempo de saída dos pratos ao registar um atraso total de 15 minutos. 
 
As novidades sobre o desempenho dos 'chefs' portugueses foram avançadas à Lusa pelo selecionador da equipa olímpica sénior de culinária, Paulo Pinto. “A participação foi muito boa, restava-nos ter um pouco mais de eficácia. Deu para aprender, tivemos mais falhas que os outros, o que nos ajuda a ir melhorando”, considerou. 

Italianos foram os grandes vencedores
 

Durante a competição, os 'chefs' internacionais tiveram de lidar com a obrigatoriedade da utilização de alguns ingredientes, nomeadamente o lagostim, o halibute e o salmão na entrada, o “kobe beef” e o queijo parmesão no prato principal e ainda o chocolate (64%), a manga e o chá na sobremesa. 
 
Jorge Fernandes apresentou, como entrada, um salmão marinado sobre pera abacate, lagostim com creme de couve-flor e terrina de halibut sobre salada de bulgur. O prato principal foi composto por um tataki de kobe com puré de maçã e batata ao parmesão, rolo com cogumelos e molho bearnês e geleia de romanesco caramelizada.
 
Para a sobremesa, o chefe apostou num bolo de chocolate com chá Dilmah, cheesecake com amêndoa torrada, crocante de laranja e gelado de manga e cravinho, pode ler-se no blog oficial das Equipas Olímpicas de Culinária.


Como prato principal, Jorge Fernandes apresentou um tataki de kobe com puré de maçã e batata ao parmesão, rolo com cogumelos e molho bearnês e geleia de romanesco caramelizada.
 

Já João Cunha confecionou, como entrada, uma coroa de espargos e lagostim, salmão marinado e halibut escalfado com mousse de coentros. O prato principal foi um duo de kobe assado e em almôndega, pudim de castanhas, migas de batata e chouriço e molho de vinho do Porto e, para finalizar, um pequeno bolo de chocolate, manga glaceada em chá verde com crosta de amêndoa e doce regional de ovos.
 
Em ambas as categorias (sénior e júnior) do concurso, que decorreu entre sábado e terça-feira, o primeiro prémio foi arrebatado pelos concorrentes italianos. De realçar que o júri da competição contou também com um português, o 'chef' Carlos Madeira.
 
Criadas em 1992, as Equipas Olímpicas de Culinária já participaram em dezenas de competições internacionais, onde têm conquistado várias medalhas de ouro, prata e bronze. Consulte AQUI o palmarés completo dos cozinheiros portugueses.

Notícia sugerida por Patrícia Guedes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close