Gastronomia

Cozinha portuguesa em destaque na Nova Zelândia

A cozinha portuguesa esteve, recentemente, em destaque no Stuff.co.nz, o maior site de notícias da Nova Zelândia. Os pastéis de nata e o bacalhau são as principais "estrelas" de um artigo publicado a semana passada.
Versão para impressão
A cozinha portuguesa esteve, recentemente, em destaque no Stuff.co.nz, o maior site de notícias da Nova Zelândia. Os pastéis de nata e o bacalhau são as principais “estrelas” de um artigo publicado a semana passada e que conta a experiência de uma leitora durante uma visita a Lisboa.
 
Connie Law, que assina esta “crónica” gastronómica, explica que desejava, desde 2011, conhecer a capital portuguesa, tendo esta vontade sido despertada, à data, pelo filme “Mistérios de Lisboa”, que criou na sua mente “uma imagem romântica da cidade como um local de opulência e sedução”.
 
“Esta memória colocou a fasquia muito alta e Lisboa não desiludiu. Desde o primeiro momento em que me aventurei a sair numa tarde de Inverno, não parei de sorrir perante as ruas empedradas e os edifícios cobertos de bonitos azulejos”, escreve a neozelandesa. 
 
O que mais a apaixonou na capital portuguesa foi, porém, a gastronomia: em especial, dois dos seus maiores embaixadores: o pastel de nata e o bacalhau. “Os melhores pastéis de nata podem ser encontrados nos Pastéis de Belém, junto ao Mosteiro dos Jerónimos, onde, diz a lenda, terão sido inventados”, conta Connie Law.
 
Para os amantes dos pratos salgados, o bacalhau é uma boa opção, “amada pelos portugueses”, destaca a autora do artigo, explicando que entre os pratos mais populares estão o bacalhau à brás – “bacalhau às tiras com batatas fritas e cebola” – ou o bacalhau com natas. 

Marisco e 'comida de conforto' entre os favoritos
 

Ao longo da crónica, a neozelandesa recomenda, ainda, três dos locais que, em Lisboa, mais agradaram ao seu paladar. Um deles é a Cervejaria Romiro, que já tinha merecido, de outras vezes, destaque internacional, nomeadamente no célebre programa “No Reservations” do norte-americano Anthony Bourdain. 
 
“Este é um local 'old school', com marisco fresco, geralmente cozinhado de uma única forma: na grelha, com muita manteiga e alho. Simples mas eficaz”, elogia Connie Law, que passou, também, pelo Mercado da Ribeira.

“[O mercado] é uma boa opção para um domingo à noite, quando os restaurantes estão fechados”, disponibilizando uma grande e variada oferta, “desde pratos de autor a 'mini-versões' de estabelecimentos populares da cidade”, salienta.
 

A terminar, a autora do artigo sugere uma visita ao restaurante Cantinho do Avillez, “com uma atmosfera relaxada, mas elegante, uma equipa muito profissional e acolhedora e um menu de 'comida de conforto' portuguesa e contemporânea”. 
 
Depois do estômago aconchegado, o melhor é “queimar calorias passeando pelos bairros de Lisboa”, como Alfama (para admirar a vista), o Chiado (para as compras) ou o Bairro Alto (para uma bebida ao fim da noite). 
 
“Se houver tempo, reservem um dia para ir até Sintra e visitar a Quinta da Regaleira, uma residência impressionante com túneis subterrâneos e edifícios de arquitetura elaborada”, remata Connie Law.

Clique AQUI para aceder ao artigo (em inglês). 

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório