Gastronomia

Cozinha portuguesa em destaque na Nova Zelândia

A cozinha portuguesa esteve, recentemente, em destaque no Stuff.co.nz, o maior site de notícias da Nova Zelândia. Os pastéis de nata e o bacalhau são as principais "estrelas" de um artigo publicado a semana passada.
Versão para impressão
A cozinha portuguesa esteve, recentemente, em destaque no Stuff.co.nz, o maior site de notícias da Nova Zelândia. Os pastéis de nata e o bacalhau são as principais “estrelas” de um artigo publicado a semana passada e que conta a experiência de uma leitora durante uma visita a Lisboa.
 
Connie Law, que assina esta “crónica” gastronómica, explica que desejava, desde 2011, conhecer a capital portuguesa, tendo esta vontade sido despertada, à data, pelo filme “Mistérios de Lisboa”, que criou na sua mente “uma imagem romântica da cidade como um local de opulência e sedução”.
 
“Esta memória colocou a fasquia muito alta e Lisboa não desiludiu. Desde o primeiro momento em que me aventurei a sair numa tarde de Inverno, não parei de sorrir perante as ruas empedradas e os edifícios cobertos de bonitos azulejos”, escreve a neozelandesa. 
 
O que mais a apaixonou na capital portuguesa foi, porém, a gastronomia: em especial, dois dos seus maiores embaixadores: o pastel de nata e o bacalhau. “Os melhores pastéis de nata podem ser encontrados nos Pastéis de Belém, junto ao Mosteiro dos Jerónimos, onde, diz a lenda, terão sido inventados”, conta Connie Law.
 
Para os amantes dos pratos salgados, o bacalhau é uma boa opção, “amada pelos portugueses”, destaca a autora do artigo, explicando que entre os pratos mais populares estão o bacalhau à brás – “bacalhau às tiras com batatas fritas e cebola” – ou o bacalhau com natas. 

Marisco e 'comida de conforto' entre os favoritos
 

Ao longo da crónica, a neozelandesa recomenda, ainda, três dos locais que, em Lisboa, mais agradaram ao seu paladar. Um deles é a Cervejaria Romiro, que já tinha merecido, de outras vezes, destaque internacional, nomeadamente no célebre programa “No Reservations” do norte-americano Anthony Bourdain. 
 
“Este é um local 'old school', com marisco fresco, geralmente cozinhado de uma única forma: na grelha, com muita manteiga e alho. Simples mas eficaz”, elogia Connie Law, que passou, também, pelo Mercado da Ribeira.

“[O mercado] é uma boa opção para um domingo à noite, quando os restaurantes estão fechados”, disponibilizando uma grande e variada oferta, “desde pratos de autor a 'mini-versões' de estabelecimentos populares da cidade”, salienta.
 

A terminar, a autora do artigo sugere uma visita ao restaurante Cantinho do Avillez, “com uma atmosfera relaxada, mas elegante, uma equipa muito profissional e acolhedora e um menu de 'comida de conforto' portuguesa e contemporânea”. 
 
Depois do estômago aconchegado, o melhor é “queimar calorias passeando pelos bairros de Lisboa”, como Alfama (para admirar a vista), o Chiado (para as compras) ou o Bairro Alto (para uma bebida ao fim da noite). 
 
“Se houver tempo, reservem um dia para ir até Sintra e visitar a Quinta da Regaleira, uma residência impressionante com túneis subterrâneos e edifícios de arquitetura elaborada”, remata Connie Law.

Clique AQUI para aceder ao artigo (em inglês). 

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close