Negócios e Empreendorismo

Calçado português triplica exportações para a China

As exportações de calçado português para a China triplicaram nos últimos quatro anos e devem, pela primeira vez, exceder os 22 milhões de euros, já em 2013. Só na exposição internacional de calçado, que arranca esta sexta-feira, em Shangai, Portugal
Versão para impressão
As exportações de calçado português para a China triplicaram nos últimos quatro anos e devem, pela primeira vez, exceder os 22 milhões de euros, já em 2013. Só na exposição internacional de calçado, que arranca esta sexta-feira, em Shangai, Portugal conta com um recorde de 16 empresas portuguesas. 
 
“O sucesso do calçado é um bom exemplo e prova de que não estamos a chegar tarde à China”, diz Filipe Santos Costa, delegado da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), à Lusa. “Com a ascensão de centenas de milhões de chineses à classe média, há aqui um grande mercado para os produtos de consumo portugueses”. 
 
Paulo Gonçalves, porta-voz da Associação Portuguesa de Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos, adianta que, atualmente, Portugal está a exportar para mais de 130 países. Além disso, estando “a Europa num período crítico”, é preciso “conquistar novos mercados”.
 
A “Micam Xangai”, organizada pela Feira de Milão e a Associação Italiana de Fabricantes de Calçado, é uma das mais conhecidas feiras do setor e arrancou esta sexta-feira, com um recorde de empresas portuguesas presentes: dezasseis (mais cinco do que na última edição). A mesma vai decorrer até domingo no centro de Xangai, a maior e mais cosmopolita cidade chinesa, com cerca de 23 milhões de habitantes e considerada também a “capital económica da China”.
 
Entre as empresas portuguesas representadas contam-se marcas como António Almeida, Calçado Trópico, Cidicalfe, Ferreira Avelar & Irmão, Fly London, J Moreira, Mário Cunha & Filhos, Marisport, PTFTR, Qualishoe, Qu-On Around You, Rondoshoes, Ropar, Rumisi, Ten Toes Trading e TOEFL.
 
De acordo com as contas das alfândegas chinesas, nos primeiros oito meses de 2013 as exportações portuguesas de calçado para a China somaram 14,8 milhões de euros, contra 7.880 milhões de euros durante todo o ano de 2010.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório