Negócios e Empreendorismo

Calçado português triplica exportações para a China

As exportações de calçado português para a China triplicaram nos últimos quatro anos e devem, pela primeira vez, exceder os 22 milhões de euros, já em 2013. Só na exposição internacional de calçado, que arranca esta sexta-feira, em Shangai, Portugal
Versão para impressão
As exportações de calçado português para a China triplicaram nos últimos quatro anos e devem, pela primeira vez, exceder os 22 milhões de euros, já em 2013. Só na exposição internacional de calçado, que arranca esta sexta-feira, em Shangai, Portugal conta com um recorde de 16 empresas portuguesas. 
 
“O sucesso do calçado é um bom exemplo e prova de que não estamos a chegar tarde à China”, diz Filipe Santos Costa, delegado da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), à Lusa. “Com a ascensão de centenas de milhões de chineses à classe média, há aqui um grande mercado para os produtos de consumo portugueses”. 
 
Paulo Gonçalves, porta-voz da Associação Portuguesa de Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos, adianta que, atualmente, Portugal está a exportar para mais de 130 países. Além disso, estando “a Europa num período crítico”, é preciso “conquistar novos mercados”.
 
A “Micam Xangai”, organizada pela Feira de Milão e a Associação Italiana de Fabricantes de Calçado, é uma das mais conhecidas feiras do setor e arrancou esta sexta-feira, com um recorde de empresas portuguesas presentes: dezasseis (mais cinco do que na última edição). A mesma vai decorrer até domingo no centro de Xangai, a maior e mais cosmopolita cidade chinesa, com cerca de 23 milhões de habitantes e considerada também a “capital económica da China”.
 
Entre as empresas portuguesas representadas contam-se marcas como António Almeida, Calçado Trópico, Cidicalfe, Ferreira Avelar & Irmão, Fly London, J Moreira, Mário Cunha & Filhos, Marisport, PTFTR, Qualishoe, Qu-On Around You, Rondoshoes, Ropar, Rumisi, Ten Toes Trading e TOEFL.
 
De acordo com as contas das alfândegas chinesas, nos primeiros oito meses de 2013 as exportações portuguesas de calçado para a China somaram 14,8 milhões de euros, contra 7.880 milhões de euros durante todo o ano de 2010.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close