Negócios e Empreendorismo

Calçado: Exportações superam máximo histórico

As exportações da indústria portuguesa de calçado aumentaram 8% em 2013 e ultrapassaram, pela primeira vez, o máximo histórico de 1.700 milhões de euros, revelou esta terça-feira a associação setorial.
Versão para impressão
As exportações da indústria portuguesa de calçado aumentaram 8% em 2013 e ultrapassaram, pela primeira vez, o máximo histórico de 1.700 milhões de euros, revelou esta terça-feira a associação setorial.
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS) destaca que as exportações estão a crescer a um ritmo bastante superior ao das importações.

Segundo a APICCAPS, o contributo do setor de calçado para a balança comercial ascende agora a 1,3 mil milhões de euros – o mais elevado da economia portuguesa.

 
Mais de 40 mil postos de trabalho 
 
A fileira do calçado conta, neste momento, com 1.696 empresas que dão emprego a 41.295 trabalhadores. A área do calçado é a que assume maior relevância (com 1.354 empresas e 35.355 colaboradores), mas também o setor dos componentes (245 empresas e 4.919 trabalhadores) e artigos de pele (97 empresas e 1.021 trabalhadores) têm contribuído decididamente para a evolução da economia portuguesa. 
 
É, no entanto, ao nível das exportações que estes setores se têm vindo a afirmar. O calçado português chega, atualmente, a 132 países nos cinco continentes, tendo registado um aumento das exportações na ordem dos 8% e atingido o máximo histórico dos 1.700 milhões de euros exportados. 
 
Setor do calçado cresceu 28% desde 2010 
 
Desde 2010, o setor do calçado já cresceu 28%, e o aumento sustentado do preço médio mantém o calçado como o segundo mais alto do mundo nos 23,45€. 
 
Destaque ainda para o setor dos componentes, cada vez mais internacional. Em 2013, as exportações ascenderam a 45 milhões de euros (mais 2% do que em 2012). 
 
Em franco crescimento está também o subsector dos artigos de pele, com um aumento das vendas no exterior na ordem dos 39 por cento em 2013 para mais de 113 milhões de euros. O ano transato foi também um ano de afirmação para o setor dos curtumes que exportou mais de 88 milhões de euros. 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub