Negócios e Empreendorismo

Calçado: Exportações superam máximo histórico

As exportações da indústria portuguesa de calçado aumentaram 8% em 2013 e ultrapassaram, pela primeira vez, o máximo histórico de 1.700 milhões de euros, revelou esta terça-feira a associação setorial.
Versão para impressão
As exportações da indústria portuguesa de calçado aumentaram 8% em 2013 e ultrapassaram, pela primeira vez, o máximo histórico de 1.700 milhões de euros, revelou esta terça-feira a associação setorial.
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS) destaca que as exportações estão a crescer a um ritmo bastante superior ao das importações.

Segundo a APICCAPS, o contributo do setor de calçado para a balança comercial ascende agora a 1,3 mil milhões de euros – o mais elevado da economia portuguesa.

 
Mais de 40 mil postos de trabalho 
 
A fileira do calçado conta, neste momento, com 1.696 empresas que dão emprego a 41.295 trabalhadores. A área do calçado é a que assume maior relevância (com 1.354 empresas e 35.355 colaboradores), mas também o setor dos componentes (245 empresas e 4.919 trabalhadores) e artigos de pele (97 empresas e 1.021 trabalhadores) têm contribuído decididamente para a evolução da economia portuguesa. 
 
É, no entanto, ao nível das exportações que estes setores se têm vindo a afirmar. O calçado português chega, atualmente, a 132 países nos cinco continentes, tendo registado um aumento das exportações na ordem dos 8% e atingido o máximo histórico dos 1.700 milhões de euros exportados. 
 
Setor do calçado cresceu 28% desde 2010 
 
Desde 2010, o setor do calçado já cresceu 28%, e o aumento sustentado do preço médio mantém o calçado como o segundo mais alto do mundo nos 23,45€. 
 
Destaque ainda para o setor dos componentes, cada vez mais internacional. Em 2013, as exportações ascenderam a 45 milhões de euros (mais 2% do que em 2012). 
 
Em franco crescimento está também o subsector dos artigos de pele, com um aumento das vendas no exterior na ordem dos 39 por cento em 2013 para mais de 113 milhões de euros. O ano transato foi também um ano de afirmação para o setor dos curtumes que exportou mais de 88 milhões de euros. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close