Sociedade

Base de dados nacional ajuda a encontrar explicador

Cinco jovens da Universidade do Porto criaram um projeto que inclui a maior base de dados nacional de explicadores e centros de explicação.
Versão para impressão
Cinco jovens da Universidade do Porto criaram um projeto que pretende tornar-se a maior base de dados nacional de explicadores e centros de explicação. A rede conta já com mais de 1.000 explicadores e centros de explicação.

Com o nome de 'Explicas-me', o projeto define-se como “um serviço inovador e completamente gratuito”, este serviço está disponível, em todo o país, para todos os alunos, do 1.º ciclo ao ensino universitário.

A rede já conta com mais de mil explicadores e centro de explicações inscritos na plataforma, o 'Explicas-me' foi lançado há cerca de quatro meses, e contou com “um investimento relativamente baixo”, contam os responsáveis pelo projeto em comunicado enviado ao Boas Notícias.

A ideia partiu de uma dificuldade em arranjar e escolher um explicador que os próprios jovens sentiram. “Pesquisar em anúncios, pedir referências a colegas, depois telefonar a cada um dos contatos a solicitar informações e preços. No fundo tinha imenso trabalho e muitas vezes não encontrava a solução que procurava”, conta Renato Chainho, citado pela mesma fonte. 

Plataforma não têm custos para os alunos e pais
 

Para conseguir visualizar os resultados, basta apenas colocar a disciplina e o local de residência na página inicial, “tendo depois a possiblidade de se selecionar o grau de ensino e ordenar por preço ou distância”, descreve o comunicado.

Apesar de não ter custos para os alunos e pais, é cobrado um pequeno valor aos explicadores e aos centros de explicação por cada contato estabelecido.

Matemática, português, inglês, física e química, biologia e geologia, geometria descritiva, análise matemática, economia, contabilidade e estatística são as disciplinas que mais pessoas procuram na plataforma.

O site já recebeu a visita de “milhares de alunos e encarregados de educação” e já entrou em contato com mais “de 500 contatos com Explicadores e Centros de Explicação”. 
 

Este projeto, que se define como sendo a “maior base de dados consultável de ofertas de apoio pedagógico em Portugal”, está inserido no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e é acompanhado pela Rede Mentor da Associação Industrial do Minho, um programa que apoia “projetos inovadores e com potencial”, diz o mesmo comunicado. 

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório