Sociedade

Base de dados nacional ajuda a encontrar explicador

Cinco jovens da Universidade do Porto criaram um projeto que inclui a maior base de dados nacional de explicadores e centros de explicação.
Versão para impressão
Cinco jovens da Universidade do Porto criaram um projeto que pretende tornar-se a maior base de dados nacional de explicadores e centros de explicação. A rede conta já com mais de 1.000 explicadores e centros de explicação.

Com o nome de 'Explicas-me', o projeto define-se como “um serviço inovador e completamente gratuito”, este serviço está disponível, em todo o país, para todos os alunos, do 1.º ciclo ao ensino universitário.

A rede já conta com mais de mil explicadores e centro de explicações inscritos na plataforma, o 'Explicas-me' foi lançado há cerca de quatro meses, e contou com “um investimento relativamente baixo”, contam os responsáveis pelo projeto em comunicado enviado ao Boas Notícias.

A ideia partiu de uma dificuldade em arranjar e escolher um explicador que os próprios jovens sentiram. “Pesquisar em anúncios, pedir referências a colegas, depois telefonar a cada um dos contatos a solicitar informações e preços. No fundo tinha imenso trabalho e muitas vezes não encontrava a solução que procurava”, conta Renato Chainho, citado pela mesma fonte. 

Plataforma não têm custos para os alunos e pais
 

Para conseguir visualizar os resultados, basta apenas colocar a disciplina e o local de residência na página inicial, “tendo depois a possiblidade de se selecionar o grau de ensino e ordenar por preço ou distância”, descreve o comunicado.

Apesar de não ter custos para os alunos e pais, é cobrado um pequeno valor aos explicadores e aos centros de explicação por cada contato estabelecido.

Matemática, português, inglês, física e química, biologia e geologia, geometria descritiva, análise matemática, economia, contabilidade e estatística são as disciplinas que mais pessoas procuram na plataforma.

O site já recebeu a visita de “milhares de alunos e encarregados de educação” e já entrou em contato com mais “de 500 contatos com Explicadores e Centros de Explicação”. 
 

Este projeto, que se define como sendo a “maior base de dados consultável de ofertas de apoio pedagógico em Portugal”, está inserido no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e é acompanhado pela Rede Mentor da Associação Industrial do Minho, um programa que apoia “projetos inovadores e com potencial”, diz o mesmo comunicado. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close