Sociedade

Banca retira cláusula abusiva nos contratos

O Banco Espírito Santo (BES), Millenium BCP e Banif aceitaram retirar dos novos contratos de crédito à habitação uma cláusula que permitia unilateralmente alterar as condições contratuais, nomeadamente taxas de juro e spreads.

Versão para impressão
O Banco Espírito Santo (BES), Millenium BCP e Banif aceitaram retirar dos novos contratos de crédito à habitação uma cláusula que permitia unilateralmente alterar as condições contratuais, nomeadamente taxas de juro e spreads.

A decisão foi impulsionada pelo Governo e pela DECO que a consideraram como “abusiva”, conforme noticia a agência Lusa.

Os representantes dos três bancos estiveram reunidos esta semana com o secretário de Estado do Comércio e da Defesa do Consumidor, Fernando Serrasqueiro, que pediu para avaliarem a possibilidade de suspender ou anular esta cláusula.

“Os bancos compreenderam que não era o melhor momento para manter esta situação”, congratulou-se no final, ao jornal DN, o secretário de Estado da Defesa do Consumidor, Fernando Serrasqueiro.

“Compreendo que os bancos estejam a atravessar dificuldades e tenham procurado esta forma de se defender, perante um agravamento das condições de mercado. Mas, perante esta alteração, quem teria mais problemas seriam os consumidores”, conclui o secretário de Estado.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório