Cultura

Antropólogo vai resgatar cultura da Gronelândia

O antropólogo britânico Stephen Pax Leonard vai viver um ano numa comunidade da Gronelândia, na tentativa de registar a sua língua e as suas tradições, para que estas não desapareçam totalmente.
Versão para impressão
O antropólogo britânico Stephen Pax Leonard vai viver um ano numa comunidade Inughuit – ou Inuit – da Gronelândia, na tentativa de registar a sua língua e as suas tradições, para que estas não desapareçam totalmente.

Segundo o especialista, as populações do nordeste da Gronelândia sofrem cada vez mais pressões políticas e ambientais para se deslocarem para sul: “A comunidade tem cerca de 10 a 15 anos para continuar na localidade onde vivem atualmente; o clima e a política irão forçar a sua deslocação para sul, onde vão assimilar uma cultura radicalmente diferente, vão ser integrados numa comunidade muito maior e, assim, o seu estilo de vida vai perder-se”, contou o antropólogo à CNN.

A língua Inuit é falada por cerca de mil pessoas e não está documentada. Por isso, Stephen levará consigo gravadores de áudio que sejam resistentes às condições extremas do clima da Gronelândia, para produzir uma “etnografia da linguagem”.

O antropólogo da Universidade de Cambridge, em Inglaterra, pretende também integrar-se no modo de vida da comunidade Inuit, que subsistem essencialmente graças à pesca. Stephen espera poder juntar-se a essas caçadas, se os homens Inuits assim o permitirem, confessa à CNN.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório