Cultura

“Aniki Bobó” volta às salas de cinema

A versão restaurada de "Aniki Bobó" (1942), a primeira longa-metragem de Manoel de Oliveira, estará em exibição nas salas ZON Lusomundo, em Lisboa e no Porto, na próxima quinta feira, 8 de dezembro. Nesse mesmo dia, o filme será também editado, pela
Versão para impressão
A versão restaurada de “Aniki Bobó” (1942), a primeira longa-metragem de Manoel de Oliveira, estará em exibição nas salas ZON Lusomundo, em Lisboa e no Porto, na próxima quinta feira, 8 de dezembro. Nesse mesmo dia, o filme será também editado, pela primeira vez, em DVD, noticia a agência Lusa.

Este regresso do clássico do cinema português ao grande ecrã acontece em vésperas do 102º aniversário de Manoel de Oliveira, o mais velho realizador ainda em atividade e que já prepara o seu novo filme, adianta o produtor Luís Urbano à Lusa.

Quanto à edição de “Aniki Bobó” em DVD, fonte da ZON Lusomundo adianta que serão incluídas três versões do documentário “Douro, Faina Fluvial”: a versão original em cinema mudo (1931), outra com música de Luiz de Freitas Branco (1934), que será agora exibida nos cinemas como complemento da longa-metragem, e também com música de Emmanuel Nunes (1994).

“Aniki Bobó” baseia-se no conto “Meninos Milionários”, de Rodrigues de Freitas, e retrata as aventuras e os amores de um grupo de crianças do Porto. O filme conta a história de dois rapazes, Carlitos (Horácio Silva) e Eduardinho (António Santos), que gostam da mesma rapariga, Teresinha (Fernanda Matos).

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub