Espetáculos e Exposições

Ana Moura seduz festival de jazz de Montreal

NULL
Versão para impressão
No 32º Festival Internacional de Jazz de Montreal, no Canadá, não se ouvia fado desde a participação de Mariza, em 2002. Mas este sábado um auditório de 1400 pessoas ficou rendido à voz de Ana Moura numa atuação conjunta entre a fadista e o saxofonista Tim Ries, dos Rolling Stones.

A fusão entre estes dois artistas no mesmo palco deu origem a ritmos mistos entre o fado e o jazz que seduziram a plateia do Teatro Maisoneuve durante hora e meia de atuação.

Neste concerto, Ana Moura deu voz a 19 temas, acompanhada pelos seus três guitarristas. A atuação foi centrada essencialmente no álbum mais recente da fadista “Leva-me aos fados”, juntamente com alguns outros temas populares como “Os búzios” e “Bailinho à Portuguesa”.

Ana Moura, em declarações à Lusa, falou acerca desta projeção do fado por países não portugueses. “O fado integra-se bem em festivais de jazz e é muito gratificante ver como as pessoas que não sabem a língua portuguesa sentem o fado e se emocionam”, afirmou.

A participação de Tim Ries no concerto da fadista portuguesa não foi, no entanto, programada com muita antecedência: “Estava em Toronto e quando soube do espetáculo de Ana Moura vim de propósito para estar presente”, explicou à Lusa. Apesar disso, o saxofonista revelou a sua admiração por Ana Moura: “tem uma incrível emoção profunda que vai direta ao coração”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório