Negócios e Empreendorismo

Alentejo possui “graus impressionantes” de ouro

Foram descobertos "graus impressionantes" de ouro "perto da superfície" no Alentejo. O anúncio foi feito pela empresa canadiana Colt Resources, que está a desenvolver prospeções.
Versão para impressão
Foram descobertos “graus impressionantes” de ouro “perto da superfície” no Alentejo. O anúncio foi feito pela empresa canadiana Colt Resources que se encontra, atualmente, a desenvolver prospeções daquele metal precioso na Boa-Fé, concelho de Évora.
 
Em comunicado divulgado esta quarta-feira, a empresa anuncia já ter na sua posse os resultados analíticos finais correspondentes a amostras das sete sondas de perfuração instaladas naquela zona alentejana.
 
Nikolas Perrault, presidente e diretor executivo da Colt Resources, afirmou que “as perfurações na Boa-Fé continuam a revelar graus impressionantes de ouro junto à superfície” e acrescentou que “estes dados serão incluídos na estimativa inicial de recursos do projeto, que deverá ficar concluída até final do mês”.
 
O responsável relembrou ainda a confiança da empresa no potencial regional, que levou à decisão de dar início a uma campanha extensa de exploração. Esta terá lugar na concessão de Montemor-o-Novo, que dispõe de um total de 47 quilómetros quadrados e integra a licença na zona da Boa-Fé.
 
Os trabalhos vão agora continuar com a realização de perfurações mais profundas com o objetivo de “testar a extensão de depósitos [minerais de ouro] conhecidos”. Além disso, garante Perrault, a empresa vai continuar com a “fase avançada” da sua “campanha de exploração” na Boa-Fé, com várias perturbações.
 
Recorde-se que a Colt Resources assinou, através de uma “joint-venture” com a Iberian Resources, um acordo com o Governo português com vista à concessão experimental de ouro nas freguesias alentejanas de Santiago do Escoural (Montemor-o-Novo) e de Nossa Senhora da Boa-Fé (Évora).
 
O acordo foi assinado em Novembro do ano passado e comporta um investimento previsto de três milhões de euros durante três anos.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da Colt Resources (em inglês). 

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub