Espetáculos e Exposições

A (in)tolerância em exposição na Torre do Tombo

A intervenção artística "Mandei-o Matar Porque Não Havia Razão", integrada no XXIII Colóquio da Sociedade Portuguesa de Psicanálise, expõe a noção de (in)tolerância nas suas mais diversas vertentes - social, política, artística. Em exposição na Torre
Versão para impressão
A intervenção artística “Mandei-o Matar Porque Não Havia Razão”, integrada no XXIII Colóquio da Sociedade Portuguesa de Psicanálise, expõe a noção de (in)tolerância nas suas mais diversas vertentes – social, política, artística. Em exposição na Torre do Tombo, em Lisboa, nos dias 4 e 5 de fevereiro.

Ana Piçarra, Cristina d´Eça Leal, o coletivo PIDE, Flávia Vieira, Tiago Mestre, Lara Portela, Nuno Mendonça, Rachel Korman e Emília Tavares são os artistas intervenientes, veiculando os seus distintos pontos de vista em instalações multimédia que vão ocupar o foyer de entrada, o piso -1 e o auditório da Torre do Tombo.

As peças estão subordinadas a temas como o entendimento do sexo e da sua exposição, os limites e legitimidade da (in)tolerância perante a imposição
autoritária e unívoca duma ideia, a definição do erro e a linha entre o bem e o mal.

A entrada é livre. Saiba mais sobre a exposição e o Colóquio da Sociedade Portuguesa de Psicanálise In-Tolerância a In-Suportável Diferença aqui.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub