Mundo

700 postais de aniversário dão força a menino doente

Mais de 700 postais vindos de todo o mundo tornaram mais feliz o dia de aniversário do pequeno Henry Hallam, um menino inglês que se encontra a lutar contra um dos cancros infantis mais agressivos, o neuroblastoma.
Versão para impressão
Mais de 700 postais vindos de todo o mundo tornaram mais feliz o dia de aniversário do pequeno Henry Hallam, um menino inglês que se encontra a lutar contra um dos cancros infantis mais agressivos, o neuroblastoma. O repto foi lançado pelos pais da criança e os utilizadores das redes sociais responderam em massa, fazendo chegar a Inglaterra várias centenas de cartões com mensagens de incentivo.
 
Henry, de quatro anos, que sofre de neuroblastoma, passou o último ano no Bristol Royal Hospital for Children e, por estar a ser submetido a tratamentos intensivos, não pôde deixar o internamento no dia de aniversário.
 
Como forma de tornar a data mais feliz, Elsbeth e Mike Hallam, os pais de Henry, pediram aos seguidores da página “Hugs for Henry”, criada para angariar o dinheiro necessário para os tratamentos, que se juntassem para bater um recorde mundial, escrevendo-lhe o maior número de postais de aniversário de sempre.
 
No total, 737 pessoas responderam ao apelo e, quando os médicos finalmente o autorizaram a sair do hospital para uma festa de anos atrasada, Henry, natural da cidade de Plymouth, pôde abrir todos os seus presentes e postais com a ajuda dos pais.

Para abrir todas as cartas, os progenitores precisaram de mais de dois dias e, embora o aniversário já tenha passado, os cartões continuam a chegar.
 

“Recebemos postais de Hong Kong, Nova Zelândia, Austrália, Japão, França, Alemanha, Tasmânia… o aniversário foi no final de Agosto mas ainda não pararam de chegar e imagino que a situação vá manter-se nos próximos meses”, contou Elsbeth à agência noticiosa britânica SWNS. 
 
“Era fantástico que conseguissemos bater um recorde do mundo. Este último ano foi um pesadelo, é uma doença horrenda e ele tem lutado muito”, acrescentou a mãe. Neste momento, não existe uma “marca” para o número de postais de aniversário recebidos no Livro de Recordes do Guinness, mas Elsbeth e Mike já entraram em contacto com a entidade para tentar criar uma nova categoria em honra do filho.
 
“É inacreditável ver todos estes cartões e é uma sensação muito boa ver o Henry literalmente rodeado de postais com mensagens de apoio. Vamos gostar muito de os ler um a um”, garantiu Mike.
 
É já em Outubro que os pais do menino vão saber se o tratamento realizado no Reino Unido foi suficiente para eliminar o cancro, mas, segundo os especialistas, mesmo que tal tenha acontecido, há 60% a 80% de a doença regressar, pelo que Henry necessita de um transplante de células T e um tratamento com anticorpos apenas disponível nos EUA.
 
Com o objetivo de o submeter à terapia em causa, Elsbeth e Mike criaram a organização solidária “Hugs for Henry”, que ambiciona juntar um total de 500.000 libras (aproximadamente 590.000 euros) para salvar a vida do filho. Até ao momento, o casal já conseguiu angariar 104.000 libras.

Clique AQUI para aceder ao site da “Hugs for Henry” (em inglês) e AQUI para visitar a página dedicada à causa no Facebook.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub