Mundo

700 postais de aniversário dão força a menino doente

Mais de 700 postais vindos de todo o mundo tornaram mais feliz o dia de aniversário do pequeno Henry Hallam, um menino inglês que se encontra a lutar contra um dos cancros infantis mais agressivos, o neuroblastoma.
Versão para impressão
Mais de 700 postais vindos de todo o mundo tornaram mais feliz o dia de aniversário do pequeno Henry Hallam, um menino inglês que se encontra a lutar contra um dos cancros infantis mais agressivos, o neuroblastoma. O repto foi lançado pelos pais da criança e os utilizadores das redes sociais responderam em massa, fazendo chegar a Inglaterra várias centenas de cartões com mensagens de incentivo.
 
Henry, de quatro anos, que sofre de neuroblastoma, passou o último ano no Bristol Royal Hospital for Children e, por estar a ser submetido a tratamentos intensivos, não pôde deixar o internamento no dia de aniversário.
 
Como forma de tornar a data mais feliz, Elsbeth e Mike Hallam, os pais de Henry, pediram aos seguidores da página “Hugs for Henry”, criada para angariar o dinheiro necessário para os tratamentos, que se juntassem para bater um recorde mundial, escrevendo-lhe o maior número de postais de aniversário de sempre.
 
No total, 737 pessoas responderam ao apelo e, quando os médicos finalmente o autorizaram a sair do hospital para uma festa de anos atrasada, Henry, natural da cidade de Plymouth, pôde abrir todos os seus presentes e postais com a ajuda dos pais.

Para abrir todas as cartas, os progenitores precisaram de mais de dois dias e, embora o aniversário já tenha passado, os cartões continuam a chegar.
 

“Recebemos postais de Hong Kong, Nova Zelândia, Austrália, Japão, França, Alemanha, Tasmânia… o aniversário foi no final de Agosto mas ainda não pararam de chegar e imagino que a situação vá manter-se nos próximos meses”, contou Elsbeth à agência noticiosa britânica SWNS. 
 
“Era fantástico que conseguissemos bater um recorde do mundo. Este último ano foi um pesadelo, é uma doença horrenda e ele tem lutado muito”, acrescentou a mãe. Neste momento, não existe uma “marca” para o número de postais de aniversário recebidos no Livro de Recordes do Guinness, mas Elsbeth e Mike já entraram em contacto com a entidade para tentar criar uma nova categoria em honra do filho.
 
“É inacreditável ver todos estes cartões e é uma sensação muito boa ver o Henry literalmente rodeado de postais com mensagens de apoio. Vamos gostar muito de os ler um a um”, garantiu Mike.
 
É já em Outubro que os pais do menino vão saber se o tratamento realizado no Reino Unido foi suficiente para eliminar o cancro, mas, segundo os especialistas, mesmo que tal tenha acontecido, há 60% a 80% de a doença regressar, pelo que Henry necessita de um transplante de células T e um tratamento com anticorpos apenas disponível nos EUA.
 
Com o objetivo de o submeter à terapia em causa, Elsbeth e Mike criaram a organização solidária “Hugs for Henry”, que ambiciona juntar um total de 500.000 libras (aproximadamente 590.000 euros) para salvar a vida do filho. Até ao momento, o casal já conseguiu angariar 104.000 libras.

Clique AQUI para aceder ao site da “Hugs for Henry” (em inglês) e AQUI para visitar a página dedicada à causa no Facebook.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close