Saúde

22 novas unidades de Cuidados Continuados

A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) é reforçada esta quarta-feira com a inauguração de 8 das 22 unidades de cuidados continuados de saúde previstas em vários pontos do país, o equivalente a um aumento 691 camas.

Versão para impressão
A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) é reforçada esta quarta-feira com a inauguração de 8 das 22 unidades de cuidados continuados de saúde previstas em vários pontos do país, o equivalente a um aumento 691 camas.

Graças a este aumento, a Rede Nacional irá atingir até ao final deste ano as cinco mil camas de internamento distribuídas da seguinte forma: 754 camas de convalescença; 1.549 para doentes de média duração e reabilitação; 2.426 camas destinadas a longa duração e manutenção; 163 para cuidados paliativos.

De acordo com o Ministério da Saúde, citado pela Lusa, até ao final do ano passará a haver ainda 7.823 lugares de cuidados domiciliários, prestados por 201 equipas de apoio.

A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados já prestou cuidados de saúde a mais de 50 mil pessoas. Foi criada há 4 anos e faz parte do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A RNCCI é definida como “um novo modelo organizacional formado por um conjunto de instituições públicas e privadas, que prestam cuidados continuados de saúde e de apoio social”.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub