Ambiente

Zoo de Lagos reduzirá fatura energética

O Zoo de Lagos, no Algarve, irá investir 25 mil euros na instalação de uma unidade de microgeração de energia com 18 painéis fotovoltaicos para abastecer todo o espaço, o que permitirá ao Zoo reduzir em 200 euros a sua fatura elétrica, pelo menos nos
Versão para impressão
O Zoo de Lagos, no Algarve, irá investir 25 mil euros na instalação de uma unidade de microgeração de energia com 18 painéis fotovoltaicos para abastecer todo o espaço, o que permitirá ao Zoo reduzir em 200 euros a sua fatura elétrica, pelo menos nos primeiros oito anos.

Em comunicado citado pela GreenSavers, o Zoo de Lagos informa que este investimento inicial é uma aposta “prioritária” para reduzir os custos com a fatura elétrica. A energia produzida será ainda vendida à EDP para ajudar a fornecer a zona onde vai ser instalada, na freguesia de Barão de São João, concelho de Lagos.

“Vamos instalar painéis solares para poupar na nossa factura de electricidade, mas mais importante ainda contribuir para a redução de emissões de CO2 para atmosfera”, congratulam-se os responsáveis do Zoo.

Cada painel fotovoltaico terá 230 watts cada um, sendo que haverá ainda um painel solar térmico para aquecimento de águas sanitárias. No total, será ocupada uma área de 55 metros quadrados. O projeto deverá estar concluído em abril.

O Parque Zoológico de Lagos foi inaugurado em 2000 e é o parque como maior número de animais em cativeiro do Algarve. Acolhe cerca de 600 animais de 140 espécies, entre as quais aves, primatas, répteis e animais de quinta.

[Notícia sugerida pelo utilizador Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub