Negócios e Empreendorismo

Wall Street recruta professores e consultores no país

A Wall Street English está a recrutar consultores, 'customer managers' e professores. As vagas são para locais como Trofa, Amadora, Expo, Famalicão, Braga, Vila Real, Aveiro, Viseu e Covilhã. O prazo das candidaturas varia consoante as vagas a ocupa
Versão para impressão
A Wall Street English está a recrutar consultores, 'customer managers' e professores, para locais como a Trofa, Amadora,  Expo, Famalicão, Braga, Vila Real, Aveiro, Viseu e Covilhã. O prazo das candidaturas varia consoante as vagas a ocupar. 

Os consultores têm como principal função angariar novos alunos, explica a empresa no site oficial. Experiência comercial, domínio da língua inglesa, domínio de técnicas de venda e negociação são alguns dos requisitos que a Wall Street procura para este cargo.  

No caso dos professores, ser nativo da língua inglesa e ter experiência na área são fatores preferenciais, mas a empresa salvaguarda que não exclui candidatos que não cumpram estes requesitos. De acordo com o site do instituto, os candidatos devem ser licenciado nesta área e ter entre 21 e 35 anos.

Por último, o 'customer manager' deve ter conhecimentos aprofundados de ingês e português, ao nível da oralidade e da escrita, e em informática. Segundo a empresa, experiência profissional na área administrativa é também uma mais-valia. 

Dependendo da oferta, as candidaturas decorrem entre Dezembro de 2013 e Janeiro de 2014.

O Wall Street English nasceu em 1972, em Itália. Atualmente, conta com mais de 450 centros em 28 países, sendo que em Portugal a empresa detém 33 centros. Em 2013, graças a um processo de 'rebranding' a nível mundial, a marca passou de Wall Street Institute, para Wall Street English. 

 
Clique AQUI para saber mais sobre as candidaturas e vagas. 

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub