Negócios e Empreendorismo

Vista Alegre em alta com crescimento de 17%

NULL
Versão para impressão
No terceiro trimestre de 2011, o Grupo Vista Alegre Atlantis (VAA) registou um crescimento do volume de negócios de 17 por cento, em termos homólogos, sobretudo graças às exportações cujo volume de negócios aumentou 26 por cento. No total, a marca de porcelana portuguesa arrecadou já, este ano, 38,1 milhões de euros, o que corresponde ao maior ritmo de crescimento registado nos últimos seis anos.

Os resultados obtidos devem-se em grande parte ao trabalho de restruturação levado a cabo pelo Grupo Visabeira que adquiriu a VAA em 2009. Desde aí foi aplicada uma “estratégia de internacionalização e diversificação dos mercados” da fábrica de vidros, cristais e porcelanas.

De facto, o volume de negócios a nível internacional aumentou cerca de 26% só no terceiro trimestre deste ano, o que representa 60% do total do volume de negócios da empresa, indicam números divulgados pela AICEP. No ano passado, no mesmo período, as vendas ao estrangeiro contabilizavam apenas 52% do bolo total.

Os principais mercados de exportação da VAA são a Espanha, França, Alemanha e Estados Unidos, sendo que se tem registado um crescimento de vendas na América Latina, no Chile e Brasil. De forma a apostar neste novo mercado, abriu em Julho deste ano uma nova subsidiária da empresa no Brasil, “que servirá de plataforma de distribuição” naquela zona.

Além do crescimento do volume de negócios, houve ainda uma redução dos custos líquidos da empresa, na ordem dos 16% que se deveu à “reestruturação financeira levada a cabo em 2010 e à renegociação das taxas de juro”, escreve a AICEP.

A contrariar a tendência do mercado externo, em Portugal as vendas caíram 8,8% nos nove primeiros meses de 2011, resultado do enquadramento económico que se vive e do encerramento de algumas lojas não rentáveis.

Já as vendas de retalho próprio mantiveram-se inalteradas neste período, algo que o comunicado da AICEP justifica com a modernização da rede de lojas que dá à VAA uma “imagem moderna e inovadora”. Os resultados brutos da empresa registam assim uma melhoria de 10,9% face a 2010 e de uns impressionantes 590% face a 2009, antes da entrada da nova gerência.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub