Sociedade

UPorto entre as melhores em Ciência da Informação

A Universidade do Porto (UPorto) foi, no início desta semana, admitida na rede internacional iSchools, que engloba cerca de 50 instituições de ensino superior que são consideradas as melhores do mundo ao nível do ensino e investigação em informação.
Versão para impressão
A Universidade do Porto (UPorto) foi, no início desta semana, admitida na rede internacional iSchools, que engloba cerca de 50 instituições de ensino superior que são consideradas as melhores do mundo ao nível do ensino e investigação na área da informação e que contribuem para o seu avanço. Deste leque faz somente parte uma outra universidade portuguesa, a Universidade Nova de Lisboa.
 
A entrada da Universidade do Porto nesta organização deve-se ao Mestrado em Ciência da Informação (MCI) lecionado em parceria pela Faculdade de Engenharia e pela Faculdade de Letras e tem como objetivo “formar para a empregabilidade, ou seja, para o exercício de uma atividade profissional (…) através da criação de relações estreitas com potenciais empregadores, via dissertações, projetos e outras formas de colaboração”. 
 
Além disso, este mestrado propõe-se “proporcionar uma formação científica e profissional sólida, garantindo uma preparação de excelência para o exercício de uma profissão que se consubstancia na capacidade de descobrir, avaliar, organizar, dar acesso e preservar informação, independentemente do seu formato ou suporte, em contextos de utilização diversos”. 
 
De acordo com o site de notícias da UPorto, a universidade formalizou a sua candidatura à rede iSchools em Junho de 2012, após uma visita preliminar de um dos membros da organização às instituições, tendo a mesma sido aceite no início desta semana, data em outras quatro universidades foram também acrescentadas ao diretório da iSchools.
 
As restantes instituições de ensino superior agora admitidas foram o Institute for Media Research (Alemanha), o Department of Computer and Information Science da Strathclyde University (Reino Unido), a School of Information Sciences da University of Tenessee e o Department of Telecommunication, Information Studies and Media da Michigan State University (ambos nos EUA).

Universidade Nova é a outra representante portuguesa
 

A iSchools assume-se como “uma 'coleção' de escolas de informação dedicada ao avanço neste campo”, integrando “escolas, universidades e departamentos que foram criados recentemente ou que estão a evoluir a partir de programas anteriormente focados em áreas específicas como a tecnologia de informação, a biblioteconomia, a informática, a ciência de informação, entre outras”.
 
Segundo esta organização, “embora cada escola iSchool tenha as suas próprias forças e especializações, juntas elas partilham um interesse fundamental nas relações entre informação, pessoas e tecnologia”.
 
Esta rede de escolas conta ainda com uma outra representação portuguesa, também recentemente adicionada à lista, como o Boas Notícias avançou esta semana. Trata-se do Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação (ISEGI) da Universidade Nova de Lisboa, que, até aqui, era a única instituição da Península Ibérica a fazer parte do diretório iSchools. 

Clique AQUI para aceder ao diretório (ainda não atualizado) da iSchools.
 

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub