Turismo

Turismo: CNN apaixonada pelo centro de Portugal

O centro de Portugal é a mais recente paixão da CNN. A cadeia televisiva norte-americana deixou-se seduzir pelos encantos da Costa de Prata e publicou, esta quinta-feira, um artigo em que tece rasgados elogios à região central do país.
Versão para impressão
O centro de Portugal é a mais recente paixão da CNN. A cadeia televisiva norte-americana deixou-se seduzir pelos encantos da Costa de Prata e publicou, esta quinta-feira, um artigo em que tece rasgados elogios ao património, às praias, à gastronomia, às paisagens e às cidades que compõem a região central do país.
 
“A 'Costa de Prata' e o resto do centro de Portugal albergam um vasto conjunto de segredos muito pouco explorados e injustamente ignorados por quem visita o país e, tipicamente, passa apenas por Lisboa ou pelo charme vínico do Porto”, escreve Paul Ames, autor do artigo e jornalista 'freelance' que vive, atualmente, na capital portuguesa.
 
Entre as maiores qualidades desta zona do país estão, desde logo, as praias soalheiras e a bela linha costeira, afirma Ames. Embora admita que é a Nazaré a vila que mais turistas atrai neste momento, Ames faz questão de destacar outros “paraísos”, como Óbidos, Figueira da Foz, Leiria ou Peniche, “que se tornou uma meca internacional do surf”. 
 
Outro grande atrativo do Centro é a possibilidade de hospedagem em “palácios luxuosos”, bem como castelos, conventos e mansões transformadas em alojamentos turísticos. “Entre os maiores está o Palácio do Bussaco, no Luso, construído pelo rei D. Carlos I para funcionar como um retiro romântico” e que funciona como hotel desde 1917″, afirma o jornalista.
 
Ames destaca ainda as várias pousadas de luxo que nasceram, pela mão das Pousadas de Portugal, em edifícios históricos, uma delas no Castelo de Óbidos, “uma vila pintada de branco e famosa pela ginjinha”. 

Paisagem natural e património edificado 
 

O artigo da CNN dá também realce a quatro “cidades fixes” do Centro: Coimbra, Aveiro, Viseu e Guarda. A cidade dos estudantes, junto ao Mondego e “o maior centro urbano da região” é descrita como um local cheio de vida, onde é possível, ocasionalmente, “ouvir uma diferente versão do Fado” cantada por estudantes cobertos de capas negras. 
 
Já Aveiro, a “Veneza portuguesa”, seduz os turistas com os seus canais e é célebre “pelas suas casas de arte novas, pelos barcos pintados de cores vivas e pelos açúcares ovos moles”, que Ames alerta, em tom de brincadeira, serem a tentação ideal para “entupir as artérias”.
 
A gastronomia regional é outra das razões pelas quais vale a pena passar pelo centro de Portugal: além de ser local de origem de “vinhos e queijos notáveis”, o leitão da Bairrada ou a chanfana, típica de Coimbra, fazem as delícias dos amantes da boa comida, tal como a caldeirada de peixe da Nazaré, “a favorita de Garrett McNamara”.
 
A beleza da paisagem natural, cujo expoente máximo são “as montanhas da Serra da Estrela, onde se localiza o único 'resort' de ski do país, banhado pelo sol” e as pequenas aldeias históricas, como Belmonte ou Piódão, está também em destaque no artigo da CNN.
 
“Muitos vivem ainda, naquela região, da criação de ovelhas, cuja lã é transformada em cobertores e camisolas” e cujo leite se converte em “queijos cremosos”, conta Ames, que faz também referência aos cães Serra da Estrela, “únicos e amorosos, mas duros o suficiente para assustar os lobos”.
 
A terminar a lista de motivos que levaram o jornalista norte-americano a apaixonar-se pelo centro de Portugal está a riqueza do património edificado: o Mosteiro de Alcobaça, o Convento de Cristo, e o Mosteiro da Batalha são os principais exemplos, todos eles “Património da Humanidade da UNESCO”.

Clique AQUI para aceder ao artigo completo publicado na CNN (em inglês). 

Notícia sugerida por David Ferreira

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório