Cultura

Realizador português filma vida selvagem do Mondego

NULL
Versão para impressão

Daniel Pinheiro realizou um documentário sobre a vida selvagem do rio Mondego, desde a nascente na Serra da Estrela, até à foz. Este filme foi o trabalho final do mestrado em produção de documentário em vida selvagem, da Universidade de Salford, no Reino Unido.

Com o documentário, o jovem natural de Coimbra quis captar a vida selvagem no rio Mondego e mostrar o rio Mondego para além da agricultura que caracteriza aquela zona, como a cultura de arrozal.

O filme foi filmado na primavera passada e para captar alguns dos animais – como por exemplo, os melros de água, as salamandras lusitânicas e milhafres pretos – Daniel Pinheiro passou muitas horas, pacientemente, junto ao rio.

“Para captar o melro de água foram muitas horas porque é uma ave muito difícil de observar quanto mais de filmar. Demorou cerca de uma semana para conseguir filmar apenas este animal”, referiu Daniel Pinheiro à SIC.

Antes de avançar para o guião e para as filmagens, este tipo de trabalho requer muita pesquisa. Durante um mês, Daniel Pinheiro fez uma pesquisa rigorosa, falando com biólogos e investigadores.

Daniel contou com a sua longa experiência na área do som, já que esta é a sua formação inicial, para captar o som das aves.


 
Para já, Daniel Pinheiro tem muitas ideias e pretende dar seguimento aos documentários de vida selvagem em Portugal. “Os ingleses têm esta indústria desenvolvida à 60 anos. Aquela terra está filmada em todos os cantos, e mesmo assim continuam a filmar”.

O português revela ainda a importância que foi ter aulas com David Attenborough, o célebre realizador e apresentador de documentários sobre a vida selvagem na natureza da BBC.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório