Saúde

Portugueses demonstram bloqueio do HIV

Uma equipa do Instituto de Medicina Molecular (IMM), chefiada por Nuno Santos, desenvolveu um estudo que demonstra a eficácia de certos fármacos anti-virais no bloqueio da entrada do vírus HIV-1 nos glóbulos brancos e vermelhos humanos. O estudo foi
Versão para impressão
Uma equipa do Instituto de Medicina Molecular (IMM), chefiada por Nuno
Santos, levou a cabo um estudo que demonstra a eficácia de certos
fármacos anti-virais no bloqueio da entrada do vírus HIV-1 nos glóbulos
brancos e vermelhos humanos. O estudo foi publicado na prestigiada revista internacional PLoS ONE na passada terça-feira.

Atualmente, o tratamento do HIV-1, vírus responsável pela SIDA, baseia-se na manutenção de baixos níveis de carga viral sanguínea. No entanto, o trabalho desenvolvido pelos investigadores do IMM privilegia a atuação antes da entrada do vírus nas células.

Os fármacos estudados (enfurvitide e T-1249) são os chamados “inibidores de fusão”, uma vez que inibem a fusão das partículas virais com as membranas celulares. Desta forma, é possível tratar o vírus antes que ele atinja os glóbulos vermelhos e brancos.

“São resultados relevantes principalmente para o desenho destas novas drogas, porque vêm mostrar que o mecanismo de acção destas drogas não funciona exactamente como se julgava”, refere Nuno Santos, citado pelo portal Ciência Hoje.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub