Saúde

Portugueses criam gelado saudável com microalgas

Em Leiria, um grupo de investigadores desenvolveu um novo gelado, feito a partir de microalgas e com características benéficas para a saúde. Ao fim de um ano de experiências de degustação, esta novidade gastronómica prepara-se para entrar no mercado.
Versão para impressão
Em Leiria, um grupo de investigadores desenvolveu um novo gelado, feito a partir de microalgas e com características benéficas para a saúde. Ao fim de um ano de experiências de degustação, esta novidade gastronómica prepara-se para entrar no mercado.
 
O potencial dos recursos marinhos tem vindo a ser estudado ao longo do tempo por estes cientistas, que agora quiseram criar um gelado à base de microalgas, já antes utilizadas em suplementos alimentares por serem altamente benéficas para a saúde.
 
Desenvolvido nos laboratórios da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar, do Instituto Politécnico de Leiria, em Peniche, o novo gelado tem vindo a ser alvo de inúmeras provas de degustação para melhor se adaptar ao paladar dos consumidores. 
 
Doze meses depois, o resultado é um gelado “único, inovador e saudável”, fabricado a partir de algas marinhas e uma substância denominada kefir (microorganismos compostos), de cor verde.

Em comunicado enviado ao Boas Notícias, os criadores afirmam que “as algas têm um elevado potencial nutricional e funcional, contando com a presença de ácidos gordos benéficos para a saúde, como os ómega 3, que permitem a adição de compostos naturais com grande capacidade antioxidante”.
 

O mesmo gelado tem ainda um importante efeito na regularização do trato intestinal, minimizando os problemas de obstipação. 
 
“Em termos da capacidade antioxidante associada às algas, sabemos que as algas vão minimizar problemas de stress oxidativo, que podem dar origem a doenças cardiovasculares e até mesmo do foro oncológico”, explica Susana Bernardino, coordenadora da investigação, à Lusa.

A responsável acrescenta que estas doenças podem, agora, ser prevenidas até mesmo pelos intolerantes à lactose, uma vez que o teor deste componente no gelado é reduzido em 50 a 55 por cento. 
 

A inovadora criação gastronómica chega ao mercado no próximo fim de semana, dias 14 e 15 de Setembro, pela Gelataria Emanha, na Figueira da Foz. 
 
O projeto 'Desenvolvimento de um novo produto: gelado artesanal de algas e kefir', financiado em cerca de 40.000 euros para comparticipar os investigadores bolseiros, insere-se na estratégia de desenvolvimento de investigação aplicada às necessidades das empresas, criando soluções que facilitem a inovação e competitividade.
 
Notícia sugerida por Maria Pandina e Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub