Ciência

Português descobre esqueleto raro de dinossauro

Depois de ter partido em expedição para a Gronelândia, tal como o Boas Notícias tinha avançado no início do mês, o paleontólogo português Octávio Mateus descobriu partes do esqueleto raro de um dinossauro predador e uma tartaruga fóssil.
Versão para impressão
Depois de ter partido em expedição para a Gronelândia, tal como o Boas Notícias tinha avançado no início do mês, o paleontólogo português Octávio Mateus descobriu partes do esqueleto de um dinossauro predador e, ainda, uma tartaruga fóssil.

De acordo com a Agência Lusa, a equipa de expedição coordenada por cientistas dinamarqueses enviou uma nota de imprensa a partir da Gronelândia, na qual dá conta das recentes descobertas. A Octávio Mateus foi atribuído o mérito do importante achado de parte do esqueleto de um fitossauro.

Os fitossauros são dinossauros predadores, semelhantes aos crocodilos, com cerca de cinco metros de comprimento. A espécie data de mais de 200 milhões de anos e foi, pela primeira vez, encontrada na Gronelândia, facto que torna inédita esta descoberta portuguesa.

Octávio foi autor, também, de outro achado interessante: uma tartaruga fóssil. O paleontólogo explicou que “qualquer esqueleto descoberto do Triásico [com mais de 200 milhões de anos] da Gronelândia é importante, e uma tartaruga ainda mais porque é uma das mais antigas”. Os novos dados podem ser um valioso contributo na perceção da origem daqueles animais.

Da expedição que está a decorrer naquela zona do globo desde 10 de Julho resultaram, ainda, outras descobertas relevantes, nomeadamente um esqueleto de plateossauro, dinossauro herbívoro muito comum naquela época histórica. A equipa internacional conseguiu detetar, igualmente, no solo da Gronelândia, pegadas de dinossauros carnívoros classificados como “extremamente raros”.

Até dia 3 de Agosto, o grupo de expedição no qual Octávio Mateus, paleontólogo do Museu da Lourinhã e investigador da Universidade Nova de Lisboa, se encontra integrado, vai continuar à procura de novos vestígios na zona de Jameson Land, local inóspito no leste da Gronelândia.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub