Sociedade

Porto: Protocolo quer reabilitar jovens carenciados

Uma universidade e a Santa Casa da Misericórdia assinam, na próxima segunda-feira, um protocolo que visa a reabilitação de jovens de rua. Pelo nome "Arco Maior", a iniciativa quer assegurar a formação de jovens em situação de abandono escolar.
Versão para impressão
Uma universidade e a Santa Casa da Misericórdia assinam, na próxima segunda-feira, um protocolo que visa a reabilitação de jovens carenciados. Pelo nome “Arco Maior”, a iniciativa quer assegurar a formação de jovens em situação de abandono escolar.
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a Universidade Católica do Porto refere que a missão deste projeto recaí na “promoção educativa e na certificação e integração escolar e social de jovens que não encontraram resposta nas ofertas de educação e formação existentes e se encontram em situação efetiva de abandono”.

Numa primeira instância, o projeto quer “integrar os jovens que se encontram em deriva social – desenquadrados de qualquer sistema de educação e formação – em percursos escolares e profissionais”. Paralelamente, a ação quer oferecer “formação e certificação equivalentes ao 6.º ou ao 9.º ano de escolaridade”.

“Trata-se de uma dinâmica socioeducativa de transição entre o risco da exclusão e de marginalidade e a cidadania e a inclusão social”, refere a instituição.

Além da Universidade Católica do Porto e da Santa Casa da Misericórdia, estão já a ligar-se ao projeto outras entidades como, por exemplo, o Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP). 

“Numa primeira fase, o projeto acolherá 30 jovens que abandonaram a escola antes de concluído o 6º ou o 9º ano de escolaridade”, sendo que, posteriormente, “poderá ser criada uma resposta específica de nível secundário”, por forma a responder ao imperativo da escolaridade obrigatória até ao 12º ano e aos 18 anos de idade.

A Católica Porto assume o papel de coordenação científica do projeto, através da Faculdade de Educação e Psicologia. Já, a Santa Casa da Misericórdia cede as instalações, localizadas na Avenida da Boavista, no Porto. 

A assinatura do protocolo está marcada para a próxima segunda-feira, dia 29 de Julho, às 11h, na Sala de Executivos do campus Foz da universidade.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub