Saúde

Poliomielite erradicada da Europa

NULL
Versão para impressão
Depois de se ter registado, em 2010, um reaparecimento do vírus em alguns países europeus, a Comissão Regional Europeia para a Erradicação da Poliomielite  anunciou, a semana passada, que a Europa mantém o seu estatuto de zona livre da doença.

A poliomielite é uma doença viral altamente contagiosa que afeta principalmente crianças e cujo vírus é transmitido através de alimentos e água contaminados e se multiplica no intestino e que pode provocar paralisia, deformações no corpo e mesmo a morte.

Desde setembro de 2010 não foram reportados quaisquer novos casos na Europa, após os países terem tomado “ações efetivas”, declarou a comissão num encontro em Copenhaga, Dinamarca.

De acordo com a diretora regional para a Europa da OMS, Zsuzsanna Jakab, esta é uma “notícia excelente para a região e um reconhecimento a todos os estados e parceiros que, individual e coletivamente, combateram imediatamente o primeiro e maior aparecimento da doença na Europa desde a sua erradicação em 2002”.

Em 2010, quatro países – Cazaquistão, Rússia, Turquemenistão e Tajiquistão – registaram 30 mortes e 475 casos de vírus de tipo 1.

Desde a criação da Iniciativa para a Erradicação Global da Poliomielite (GPEI, na sigla em inglês, que inclui organizações como a OMS, a Unicef e o Rotary International), em 1988, a incidência desta doença foi reduzida em mais de 99 por cento.

Na altura, mais de 350 mil crianças ficavam paralisadas todos os anos em mais de 125 países onde a poliomielite era endémica. A doença permanece endémica em quatro países: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório