Em Destaque Lifestyle

Planetiers

O Marketplace da sustentabilidade
Versão para impressão
por Marisa Vitorino Figueiredo | Imagem Planetiers

Joias feitas a partir de jornais, brinquedos ecológicos, acessórios eco-friendly para animais de estimação ou um serviço de entregas em bicicleta. Estes são alguns dos produtos e soluções que podem ser encontrados na montra virtual da Planetiers, um Marketplace português lançado em junho com foco no ambiente.

O projeto da Planetiers, criado por Sérgio Ribeiro e Carlos Carvalho, pode explicar-se por analogia: é uma espécie de Booking para o mercado da sustentabilidade. Só que, em vez de quartos de hotel, a oferta da Planeteriers obedece exclusivamente a critérios ecológicos: os produtos e serviços incluídos na plataforma têm de comprovar as suas vantagens ou características ambientais.

“Reparámos que não existia uma plataforma dedicada ao mercado da sustentabilidade, um dos mais urgentes do mundo atual, e a Planetiers veio colmatar esta lacuna, oferecendo uma plataforma que pretende agregar todos os serviços e produtos ecológicos e sustentáveis existentes no mercado”, explica Sérgio Ribeiro.

A Planetiers reúne cerca de 225 produtos, divididos por 13 categorias. “Todas as semanas entram na plataforma, em média, duas novas marcas e 17 novos produtos”, realça o cofundador da start-up. Contas feitas, o Marketplace reúne 41 vendedores e as perspetivas são de crescimento. Do lado da procura, o projeto está também a suscitar interesse. No primeiro mês após o lançamento, foram registadas aproximadamente 26 mil visitas ao website da Planetiers.

A Planetiers está dividida entre a secção Loja e a secção Soluções. Nesta última é possível aceder aos diversos serviços disponibilizados na plataforma, como consultoria em eficiência energética ou até casas de certificação sustentável. Já na parte Loja estão os diferentes produtos ou experiências verdes. Entre a ampla oferta, descobre-se tanto uma seleção de brinquedos feitos de materiais ecológicos, como granolas caseiras sem açúcares refinados, painéis solares fotovoltaicos, bicicletas ou até a oportunidade de se lançar à água do Oceano Atlântico ao reservar um ecomergulho.

Para Sérgio Ribeiro, é fundamental que “o utilizador tenha na Planetiers um espaço dinâmico e de oferta alargada” e que as próprias marcas possam “beneficiar da comunicação e promoção, principalmente quando verificamos que a maioria tem que investir muito para alcançar os seus clientes”.

As empresas que queiram estar presentes na plataforma devem acompanhar a inscrição com os certificados ambientais que possuam ou, em alternativa, apresentar uma justificação escrita relativa à sustentabilidade do produto ou serviço. No entanto, a start-up está agora a trabalhar num “selo Planetiers”, que certificará a veracidade das ofertas ambientais promovidas no Marketplace. Com lançamento previsto para 2018, o selo vai reforçar o cuidado na seleção das marcas presentes na Planetiers.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório