Ambiente

Pirilampos machos emitem luzes amorosas

Há décadas que os entomologistas se questionavam porque é que os pirilampos "piscam" em uníssono, com muitos deles voando em grupo, num efeito que todos conhecemos quando percorremos alas iluminadas de um arvoredo. Um estudo científico recente indica
Versão para impressão
Há décadas que os entomologistas se questionavam porque é que os pirilampos “piscam” em uníssono, com muitos deles voando em grupo, num efeito que todos conhecemos quando percorremos alas iluminadas de um arvoredo. Um estudo científico recente indica que o fenómeno faz parte da corte entre machos e fêmeas.

Segundo a revista Science, através desse processo as fêmeas detetam melhor a mensagem dos pirilampos machos, que sincronizam os seus sinais de luz para que elas escolham o par que lhes convém.

Os estudos foram realizados em laboratório por uma equipa de investigadores da Universidade do Connecticut, nos Estados Unidos, que acabaram por desvendar o mistério.

“Tinham-se feito muitos testes em laboratório sobre isso, mas até agora nunca ninguém tinha feito a pergunta sobre se isso teria ou não uma função biológica”, esclarece Andrew Moiseff, o principal autor da investigação.

As destinatárias dessa luz intensa e uniforme são as fêmeas. Se o “piscar” dos machos não forem sincronizados, a resposta das fêmeas diminui de 90 para 10 por cento.

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório