Sociedade

ONU insiste na proibição de testes nucleares

Um comité da ONU apelou hoje a nove países, incluindo os Estados Unidos, para ratificarem o Tratado de Proibição Completa de Ensaios Nucleares (CTBT), permitindo a sua entrada em vigor.
Versão para impressão
Um comité da ONU apelou a nove países, incluindo os Estados Unidos, para ratificarem o Tratado de Proibição Completa de Ensaios Nucleares (CTBT), permitindo a sua entrada em vigor, noticia a Lusa.

“Já é tempo para que os nove Estados demonstrem vontade política e adotem o Tratado de proibição completa dos ensaios nucleares, que permitirá a sua entrada em vigor”, sugeriu Tibor Toth, chefe do comité preparatório da Organização do CTBT, nas vésperas do Dia internacional contra os ensaios nucleares.

O tratado que proíbe as explosões nucleares com objetivos civis ou militares foi concluído em 1996 e até ao momento assinado por 182 países, incluindo as cinco principais potências nucleares. No entanto, apenas foi ratificado por 153 Estados.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub