Mundo

ONU declara fim da fome na Somália

Mais de seis meses depois da Somália ter sido declarada como "zona de fome" a Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou, esta sexta-feira, o fim da fome naquele país.
Versão para impressão
Mais de seis meses depois da Somália ter sido declarada como “zona de fome” a Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou, esta sexta-feira, o fim da fome naquele país.

O estado de calamidade foi formalmente reduzido para o de “emergência humanitária”, o que ainda assim significa que um terço da população precisa de ajuda alimentar em caráter de emergência.

De acordo com um comunicado emitido pelo Serviço de Análises sobre a Segurança Alimentar na Somália da ONU (FSNAU) e citado pela AFP, “as Nações Unidas declaram o fim das condições de fome na Somália”.

Em declarações à Associated Press, José Graziano de Silva, o diretor da Agência para a Agricultura e Alimentação das Nações Unidas (FAO), afirma que “o Corno de África é a região mais importante para a FAO e será feito o melhor para aumentar a segurança alimentar na área”.

Segundo a escala da ONU baseada na taxa de mortalidade, a Somália passou para o nível quatro, mantendo-se numa situação delicada em que é necessária uma assistência contínua.

A situação de fome foi declarada pela ONU naquele país a 20 de julho do ano passado, após uma seca extrema que se somou aos efeitos da guerra.

A mobilização – ainda que tardia – da comunidade internacional e uma temporada de chuvas muito forte permitiram inverter a tendência.

[Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes e Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório