Ciência

Oceano Antártico: 12 vulcões submarinos descobertos

NULL
Versão para impressão
Uma cadeia de doze vulcões, alguns com três quilómetros de altitude, foi encontrada nas águas do Oceano Antártico. Esta descoberta, feita por cientistas do British Antarctic Survey (BAS), é mais um passo para uma melhor compreensão da atividade vulcânica.

Segundo um comunicado da BAS, a pesquisa foi levada a cabo através do navio oceanográfico “RRS James Clark Ross”, onde os investigadores mapearam o fundo do mar junto às ilhas South Sandwich, durante duas missões, em 2007 e 2010.

Os 12 vulcões submarinos foram encontrados numa área com aproximadamente 600 quilómetros de extensão por 150 de largura. “Os cientistas encontraram crateras de cinco quilómetros de diâmetro, originadas pelo colapso de vulcões, e ainda sete vulcões ativos observáveis acima do nível do mar”, explicou o BAS.

Esta pesquisa traz avanços científicos para “a compreensão do que acontece quando há erupção ou colapso de vulcões debaixo de água e o seu potencial para criar tsunamis”, garantiu o  BAS. Os investigadores concluíram ainda que as águas aquecidas pela atividade vulcânica criam um habitat rico para muitas espécies de fauna e “acrescenta uma nova visão sobre a vida na Terra”.

“Há muita coisa que não entendemos sobre a atividade vulcânica submarina. É provável que os vulcões estejam em erupção ou colapso a toda a hora. As tecnologias que os cientistas podem agora usar a partir de navios não só nos dão uma oportunidade de conhecer a história da evolução da Terra, mas também ajudam a lançar uma nova luz sobre o desenvolvimento dos acontecimentos naturais que apresentam riscos para as pessoas”, disse Phil Leat, da BAS, no Simpósio Internacional de Ciências da Terra da Antártida.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório