Saúde

OCDE: Crianças portuguesas com bom acesso à saúde

Num estudo efetuado em 24 países desenvolvidos da OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico], Portugal destaca-se pela positiva em matéria de igualdade de acesso a saúde e bem-estar, área em que alcançou o 3º lugar do ranking. J
Versão para impressão
Num estudo efetuado em 24 países desenvolvidos da OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico], Portugal destaca-se pela positiva em matéria de igualdade de acesso a saúde e bem-estar, área em que alcançou o 3º lugar do ranking. Já na educação e no bem-estar material, Portugal ficou em 14º e 16º respetivamente.

O relatório “As Crianças que Ficam para Trás” foi elaborado pela UNICEF com base nos dados da OCDE. Este é o nono relatório de uma série feita para acompanhar o desempenho dos países desenvolvidos e analisa a desigualdade em três dimensões: saúde e bem-estar, educação, bem-estar material.

Em termos de igualdade em de acesso à saúde e bem-estar, só a Holanda e a Noruega ficam à frente de Portugal. Os resultados basearam-se no auto-relato de queixas de saúde, alimentação saudável e frequência de atividade física.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, Portugal tem uma das taxas de mortalidade infantil mais baixas do Mundo. Um valor atingido em tempo recorde, já que, há duas décadas, morriam 24 crianças em cada mil. Atualmente, esse número registou uma queda de 80% .

Piores resultados na educação e na pobreza

A pior classificação de Portugal ocorre no bem-estar material, onde ocupa a 16.ª posição. E a pobreza infantil é mais do que pobreza de rendimento. Tem também a ver com oportunidades e expectativas, recursos de educação e cultura, habitação, cuidado e tempo parental.

No que concerne à educação, o país ocupa o 14.º lugar. Ora, este tipo de desigualdade “reflete mais do que a lotaria do nascimento e das circunstâncias”. Pode “resultar do esforço para reduzir as desvantagens socioeconómicas. Ou do esforço para enfraquecer a relação entre pobreza e resultados escolares”.

Portugal colocado no 3º grupo de países

Em termos gerais, numa média feita com base nos três indicadores avaliados, os países foram divididos em cinco grupos distintos, sendo que Portugal ficou colocado no 3º grupo.

Dinamarca, Finlândia, Holanda e Suíça ocupam o primeiro grupo da tabela de igualdade. No segundo grupo: Islândia, Irlanda, Noruega e Suécia. Portugal figura no terceiro grupo, a par da Áustria, do Canadá, da França, da Alemanha, da Polónia.

Ficamos assim, à frente da Bélgica, da República Checa, da Hungria, do Luxemburgo, da Eslováquia, de Espanha e do Reino Unido que ocupam os lugares do 4º grupo. No fim estão a Grécia, a Itália, os Estados Unidos.

Aceda aqui ao relatório integral da OCDE.

[Notícia sugerida por Joana Pereira]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub